Paulo vai a Dilma por verbas para mobilidade

Prefeito de Goiânia assina convênio com a presidente para liberação de recursos ao corredor exclusivo Goiás BRT Norte/Sul, que terá 21,7 km de extensão e ligará as regiões Noroeste (Recanto do Bosque) e Sudoeste (na divisa com Aparecida de Goiânia), além de mais corredores preferenciais de ônibus; financiamento é proveniente do PAC-2 Grandes Cidades/Programa Pró-Transportes e do PAC-50; administração municipal investirá R$ 545,3 milhões em plano de mobilidade

Prefeito de Goiânia assina convênio com a presidente para liberação de recursos ao corredor exclusivo Goiás BRT Norte/Sul, que terá 21,7 km de extensão e ligará as regiões Noroeste (Recanto do Bosque) e Sudoeste (na divisa com Aparecida de Goiânia), além de mais corredores preferenciais de ônibus; financiamento é proveniente do PAC-2 Grandes Cidades/Programa Pró-Transportes e do PAC-50; administração municipal investirá R$ 545,3 milhões em plano de mobilidade
Prefeito de Goiânia assina convênio com a presidente para liberação de recursos ao corredor exclusivo Goiás BRT Norte/Sul, que terá 21,7 km de extensão e ligará as regiões Noroeste (Recanto do Bosque) e Sudoeste (na divisa com Aparecida de Goiânia), além de mais corredores preferenciais de ônibus; financiamento é proveniente do PAC-2 Grandes Cidades/Programa Pró-Transportes e do PAC-50; administração municipal investirá R$ 545,3 milhões em plano de mobilidade (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiânia Notícias_ Os investimentos em obras e projetos para a melhoria do transporte coletivo na Capital alcançarão um patamar histórico nesta quinta-feira, 13, quando o prefeito Paulo Garcia assinará convênio com a presidenta Dilma Rousseff para a liberação de recursos destinados ao corredor exclusivo Goiás BRT Norte/Sul – que terá 21,7 km de extensão e ligará as regiões Noroeste (Recanto do Bosque) e Sudoeste (na divisa com Aparecida de Goiânia) – e mais corredores preferenciais de ônibus. Com o financiamento proveniente do PAC-2 Grandes Cidades/Programa Pró-Transportes e do PAC-50, a administração municipal investirá R$ 545,3 milhões em seu plano de mobilidade urbana sustentável.

O prefeito Paulo Garcia afirma que Goiânia nunca recebeu tantos recursos para a mobilidade, que vão impactar positivamente na qualidade do transporte coletivo. “Estamos fazendo história e sabemos que as obras vão beneficiar os moradores da Capital e também da região metropolitana”, garante. Segundo ele, a administração municipal está com os projetos prontos e a aplicação dos recursos terá agilidade. “Hoje, um dos mais graves problemas que impedem as pessoas de optarem pelo transporte coletivo é o tempo gasto entre a origem e o destino. A nossa política de mobilidade e sustentabilidade tem como propósito reduzir o tempo da viagem, organizar o trânsito e integrar modais de transporte”.

De acordo com Patrícia Veras, presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), a prioridade aos carros tem sido o foco da dinâmica social do País ao longo das últimas décadas, mas, com o crescimento populacional e o avanço sistemático da frota individual, a efetivação de políticas públicas para a mobilidade urbana se torna necessária. “Tenho certeza que, em nossa Capital, as verbas e obras anunciadas confirmam uma nova estratégia do poder público, que vai gerar um avanço histórico em benefício da população e do transporte de qualidade”.

Integração

O maior volume de investimentos será destinado ao corredor exclusivo Goiás- BRT Norte/Sul, que vai receber R$ 390 milhões de verbas federais e R$ 18 milhões de contrapartida do município. A obra vai interligar a Região Noroeste (Recanto do Bosque) à Região Sudoeste (no termina de Integração Cruzeiro do Sul, na divisa com Aparecida de Goiânia), com atendimento direto a 148 bairros de Goiânia e Aparecida.

Mais de 120 mil passageiros serão atendidos por dia em seis terminais de integração e 40 estações de embarque e desembarque por 28 ônibus articulados, que terão velocidade de circulação de 25 a 30 km/h, mais que o dobro da registrada atualmente. O corredor promoverá ainda a organização do trânsito e mais segurança, pois terá nova iluminação, sensores e câmeras de monitoramento que vão funcionar 24 horas por dia.

O prefeito Paulo Garcia afirma que a previsão da Prefeitura de Goiânia é de que as obras do BRT Norte/Sul e dos corredores preferenciais de ônibus sejam iniciadas o mais rápido possível. O projeto do corredor exclusivo está pronto e o processo de licitação já foi iniciado, com a pré-qualificação das empresas. Esta medida antecipou uma das etapas necessárias em processos licitatórios e deve agilizar a escolha da empreiteira e o começo da construção do corredor. Assim como o BRT, os novos corredores estão com os projetos técnicos prontos e o processo licitatório também adiantado.

(Lourdes Souza, Secom Municipal)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email