PC do B reafirma pré-candidaturas em Aracaju, Socorro e Estância

O PC do B realizou no último sábado (28), em Aracaju, a sua Conferência Estadual; o evento, que reuniu dezenas de lideranças políticas do partido e militantes de todo o Estado, elegeu a nova Direção Estadual e discutiu o momento político e econômico atual do país; na oportunidade, o partido reafirmou ainda sua intenção de lançar pré-candidatos a prefeito em cidades estratégicas, como Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Estância, além de ter candidatos a vice e a vereadores em até 50 municípios

O PC do B realizou no último sábado (28), em Aracaju, a sua Conferência Estadual; o evento, que reuniu dezenas de lideranças políticas do partido e militantes de todo o Estado, elegeu a nova Direção Estadual e discutiu o momento político e econômico atual do país; na oportunidade, o partido reafirmou ainda sua intenção de lançar pré-candidatos a prefeito em cidades estratégicas, como Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Estância, além de ter candidatos a vice e a vereadores em até 50 municípios
O PC do B realizou no último sábado (28), em Aracaju, a sua Conferência Estadual; o evento, que reuniu dezenas de lideranças políticas do partido e militantes de todo o Estado, elegeu a nova Direção Estadual e discutiu o momento político e econômico atual do país; na oportunidade, o partido reafirmou ainda sua intenção de lançar pré-candidatos a prefeito em cidades estratégicas, como Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Estância, além de ter candidatos a vice e a vereadores em até 50 municípios (Foto: Valter Lima)

Sergipe 247 - O PC do B realizou no último sábado (28), em Aracaju, a sua Conferência Estadual. O evento, que reuniu dezenas de lideranças políticas do partido e militantes de todo o Estado, elegeu a nova Direção Estadual e discutiu o momento político e econômico atual do país. Na oportunidade, o partido reafirmou ainda sua intenção de lançar pré-candidatos a prefeito em cidades estratégicas, como Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Estância, além de ter candidatos a vice e a vereadores em até 50 municípios. O ex-deputado federal Haroldo Lima (PC do B/BA) e o ex-prefeito Edvaldo Nogueira foram os palestrantes do encontro.

“O PC do B vive um momento muito importante em Sergipe. Ao longo das nossas etapas municipais, conseguimos ver a esperança dos sergipanos na política mesmo neste momento atual de dificuldades. Visitamos as cidades e mostramos que a política pode ser sim o meio de transformação da sociedade. Já organizamos o partido em 51 municípios, mas este número pode chegar a 60 até o prazo final da lei eleitoral. O PC do B lançará candidatos a prefeito e vice em mais de uma dezena de cidades. O partido passa por uma fase de reestruturação cujo resultado será ampliar a sua influência na sociedade. Com as conferências demos o primeiro passo e contamos agora com o compromisso de todos para a caminhada”, afirmou o presidente do partido, Hallison Souza, que foi reconduzido ao cargo, para os próximos dois anos.  

O deputado estadual Padre Inaldo, pré-candidato a prefeito de Nossa Senhora do Socorro, ressaltou o acolhimento que recebeu do partido. “Cada vez mais me conscientizo e percebo que o PC do B propicia condições para que eu possa continuar a fazer o trabalho que iniciei na igreja. Fico feliz em perceber que estou no lugar certo. No lugar que oferece condições de alimentar um sonho de vida, na qual todos serão iguais, numa sociedade que não há divisão. Sei que aqui posso lutar por uma sociedade justa e fraterna”, disse.

O prefeito de Estância, Carlos Magno, pré-candidato à reeleição, pontuou a importância do PC do B para o Estado e destacou sua intenção em contribuir para o crescimento da sigla em seu município. Ele também ressaltou a necessidade de defender as conquistas sociais dos governos de esquerda no país nos últimos 13 anos.

Edvaldo Nogueira, pré-candidato a prefeito de Aracaju, disse que o momento atual cria a possibilidade do PC do B dar o seu “maior salto” na história da política sergipana. “Podemos sair da próxima eleição como um dos partidos mais fortes do Estado. Nós podemos alcançar este objetivo sem ocupar o espaço de ninguém, apenas lutando pelo espaço que é nosso. É hora de ter coragem. Temos chances em diversos municípios. O PC do B tem responsabilidade com o futuro de Sergipe, para que o Estado continue em busca do progresso e da distribuição de renda”, afirmou.

Além de Aracaju, Socorro e Estância, o PC do B também trabalha para disputar a eleição majoritária em Simão Dias, Barra dos Coqueiros, Poço Verde, Pacatuba, Aquidabã, Lagarto, Gararu, Telha, Japoatã, Carmópolis, Cristinápolis e Riachão do Dantas.

Protagonismo

O ex-deputado federal Haroldo Lima (PC do B/BA) fez uma esclarecedora apresentação pontuando as causas da crise política e econômica atual e reforçando a necessidade de se defender os pilares da democracia brasileira. Ele destacou a atuação do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff em favor dos mais pobres e alertou para o “ódio de classe” que existe atualmente no país. Ele fez ainda um veemente discurso contra a corrupção e destacou que o PC do B não esteve – nem está – envolvido em qualquer uma das denúncias que estão sendo investigadas atualmente no Brasil.

“Temos que perceber a raiz desta crise, para entender melhor o que está ocorrendo. O crescimento da economia mundial teve um momento marcante a partir 2002. O Brasil se beneficiou muito disso. As commodities subiram muito de preço, a exemplo do minério de ferro, do petróleo e da soja. Nos demos bem. O ex-presidente Lula aproveitou esta oportunidade para ajudar o povo, para crescer, fez com que a vida do povo melhorasse”, explicou.

“Em 2008, a crise se alastrou pelo mundo. Mas no Brasil, como disse Lula, foi uma marolinha. Mas depois, no segundo governo da presidente Dilma, chegou como uma onda, pois os preços das commodities caíram muito. O país começou a sentir a falta de recursos. A situação começou a ficar séria”, complementou.

Ele acrescentou ainda a atual da direita e dos grandes grupos de mídia contra o governo federal. “Surge a direita articulada com a grande mídia, com focos da PF e do MP para desgastar a imagem da esquerda e do governo, pois tentam criar uma ideia de a corrupção só existe de um lado. Este contexto mais o ódio da elite, que não admite a inclusão dos mais humildes, contribuíram para este clima de ódio que toma conta do país”, afirmou.

Neste contexto, Haroldo Lima condenou as tentativas de golpe contra a democracia e o atual mandato da presidente Dilma Rousseff. “Conheço a Dilma, ela é honesta e não tem a ver com isso que está acontecendo aí. Estão tentando encontrar algum crime para justificar o golpe. Mas nós temos que lutar para manter a democracia e o respeito ao governo Dilma”, frisou.

Ainda assim, ele cobrou mudanças no modelo de ajuste implantado no país e defendeu a formulação de um plano de desenvolvimento. “Temos que sair deste marasmo, partir para coisas objetivas. Defendemos a democracia com desenvolvimento”, disse.

Unidade

Rose Santos, que integra a Direção Estadual do PC do B, disse que a conferência marca a consolidação da unidade do partido. “Estamos aqui para traçar nossos objetivos e ao mesmo tempo renovar nossas forças para os desafios dos próximos dois anos”, destacou.

Lucimara Batista, militante do PC do B em Nossa Senhora do Socorro, vê nas pré-candidaturas do PC do B uma “esperança de mudança”. Ela disse que espera boas propostas que melhorem a qualidade de vida das cidades sergipanas.

31 conferências

Ao longo do mês de novembro, o PC do B realizou 31 encontros municipais. 51 comitês municipais foram instituídos. Ao todo, 856 filiados foram reunidos nos encontros. 178 delegados e 47 convidados participaram da conferência estadual, representando 36 delegações municipais, totalizando 225 presentes no encontro do último sábado. O comitê estadual foi eleito com 33 membros.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247