PE se destaca na criação de empregos no Nordeste

De acordo com dados do Caged, o Estado gerou 23% de todos os novos empregos registrados na regio em janeiro; Dos 5.975 postos de trabalho que foram criados no Nordeste, 1.381 esto estabelecidos em solo pernambucano

 PE se destaca na criação de empregos no Nordeste
PE se destaca na criação de empregos no Nordeste (Foto: Shutterstock)

Beatriz Braga _PE247 – O Nordeste começou bem o ano, alcançando o segundo lugar do ranking de melhor desempenho em geração de emprego do País no mês de janeiro, quando comparados os números do ano passado. E Pernambuco mais ainda. Dos 5.975 novos postos de trabalho criados na região, somente 1.381 foram gerados no Estado. O que representa pouco mais 23% de todos os novos postos de trabalho abertos no Nordeste. Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, nesta quinta-feira (23).

O número de vagas criadas na região representa crescimento de 0,10% no estoque de vagas registradas em dezembro de 2011, mês em que o Nordeste teve saldo negativo de mais de 40 mil postos de trabalho.

Os setores responsáveis pela marca favorável no Nordeste foram o de Serviços, com saldo positivo de 9.088, e Construção Civil, com 5.418 novas vagas criadas. Já Comércio (com saldo negativo de 4.672), Indústria da Transformação (com menos 2.121) e Agropecuária (que apresentou baixa de 1.796) foram as decepções das atividades econômicas da região.

O Estado da Bahia esteve disparado em primeiro lugar, com o saldo de 6.861 novos postos de emprego. Os Estados de Sergipe (1.781 novos postos) e Paraíba (165 novos postos) também mostraram bons resultados.

Apesar das boas notícias para o Nordeste, o Brasil, em geral, apresentou queda no saldo de geração de empregos com carteira assinada. Foram 118.895 novas vagas disponibilizadas para os brasileiros, enquanto que, no mesmo período em 2011, esse número chegou a 152.091, o que representa uma baixa de 21,82%. O país ainda tenta superar o número de 2010, quando o saldo ficou em 181.419 empregos formais.

Em janeiro deste ano, 1,71 milhão de brasileiros conseguiram novos empregos, enquanto 1,59 milhão foram demitidos. O setor de serviços foi o que teve o melhor saldo de empregos, com a criação de 61.463 vagas e o pior foi o comércio, com 36.354 postos de trabalho fechados.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247