Pediatra é agredida por mãe de paciente por receitar remédio caro

“Fui surpreendida dentro de meu consultório pela mãe dessa criança que havia ficado indignada com o preço e a falta de tal medicamento prescrito", relatou a médica

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


Metrópoles - A médica pediatra Andrea Cabral foi agredida pela mãe de uma paciente no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro. A mulher relatou o ocorrido em post nas redes sociais, em que mostra o rosto sangrando e as marcas que ficaram após as agressões.

O caso aconteceu na última quarta-feira (27/7), quando era comemorado o Dia do Pediatra. A médica havia atendido a paciente por volta de 10h da manhã.

Após exames, ficou constatado o quadro de pneumonia e ela, então, prescreveu antibióticos genéricos para o tratamento da criança, alertando para uma possível falta de insumos e medicamentos nas farmácias. Nesse momento, ela conta, o pai já apresentava “certa agressividade na fala”.

Mais tarde, às 18h50, a família voltou ao hospital reclamando do preço e da falta do medicamento receitado.

“Fui surpreendida dentro de meu consultório pela mãe dessa criança que havia ficado indignada com o preço e a falta de tal medicamento prescrito, alegando que eu havia receitado os medicamentos com certa maldade”, contou.

Leia a reportagem completa no Metrópoles.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email