Pelo segundo mês, Prefeitura parcela salários de servidores

A Prefeitura de Porto Alegre inicia na próxima segunda-feira (31) o pagamento parcelado da folha salarial do mês de julho, com o depósito de até R$ 6.650 líquidos para os servidores municipais; segundo o Executivo, com essa primeira parcela, 78% do funcionalismo (24,6 mil servidores) receberão seus salários de modo integral; os demais servidores (6,9 mil) receberão o restante de seus vencimentos até o dia 4 de agosto, dependendo do ingresso de novos recursos

A Prefeitura de Porto Alegre inicia na próxima segunda-feira (31) o pagamento parcelado da folha salarial do mês de julho, com o depósito de até R$ 6.650 líquidos para os servidores municipais; segundo o Executivo, com essa primeira parcela, 78% do funcionalismo (24,6 mil servidores) receberão seus salários de modo integral; os demais servidores (6,9 mil) receberão o restante de seus vencimentos até o dia 4 de agosto, dependendo do ingresso de novos recursos
A Prefeitura de Porto Alegre inicia na próxima segunda-feira (31) o pagamento parcelado da folha salarial do mês de julho, com o depósito de até R$ 6.650 líquidos para os servidores municipais; segundo o Executivo, com essa primeira parcela, 78% do funcionalismo (24,6 mil servidores) receberão seus salários de modo integral; os demais servidores (6,9 mil) receberão o restante de seus vencimentos até o dia 4 de agosto, dependendo do ingresso de novos recursos (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sul 21 - A Prefeitura de Porto Alegre inicia na próxima segunda-feira (31) o pagamento parcelado da folha salarial do mês de julho, com o depósito de até R$ 6.650 líquidos para os servidores municipais. Segundo o Executivo, com essa primeira parcela, 78% do funcionalismo (24,6 mil servidores) receberão seus salários de modo integral. Os demais servidores (6,9 mil) receberão o restante de seus vencimentos até o dia 4 de agosto, dependendo do ingresso de novos recursos. Serão depositadas duas parcelas no dia 31 de julho: a primeira no valor de R$ 5.300 e a segunda no valor de R$ 1.350, o que corresponde a um total de R$ 119,4 milhões.

A Prefeitura justifica o parcelamento pelo fato de a situação financeira do município ser “extremamente grave”. “Desde junho, não há recursos para pagar todas as despesas do município e essa situação se agravará a cada mês. A prefeitura tem um déficit mensal médio de R$ 60 milhões. Em julho a receita líquida projetada alcançou R$ 247 milhões, e a despesa, R$ 332 milhões”, alega o Executivo.

Os funcionários da EPTC, Carris e Procempa receberão seus vencimentos integralmente no dia 31. O mesmo ocorrerá com os servidores de autarquias com recursos próprios, como o Dmae, além dos servidores ativos e inativos do Previmpa, no regime capitalizado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247