Perillo: “Brasil de Goiás não é o mesmo Brasil que passa na TV”

Ao comentar as contas públicas no Estado, o governador de Goiás, Marconi Perillo, que “o Brasil de Goiás não é o mesmo Brasil que passa na televisão, cheio de problemas, escândalos e frustrações”; “Goiás é o Estado de gente que trabalha, de empresários que produzem riquezas e de um governo que trabalha e supera a crise”, disse Perillo, durante evento Damianópolis, Nordeste do estado; dados do Caged, divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que Goiás foi o terceiro estado do País no saldo da geração de empregos em junho, com 4.795

Ao comentar as contas públicas no Estado, o governador de Goiás, Marconi Perillo, que “o Brasil de Goiás não é o mesmo Brasil que passa na televisão, cheio de problemas, escândalos e frustrações”; “Goiás é o Estado de gente que trabalha, de empresários que produzem riquezas e de um governo que trabalha e supera a crise”, disse Perillo, durante evento Damianópolis, Nordeste do estado; dados do Caged, divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que Goiás foi o terceiro estado do País no saldo da geração de empregos em junho, com 4.795
Ao comentar as contas públicas no Estado, o governador de Goiás, Marconi Perillo, que “o Brasil de Goiás não é o mesmo Brasil que passa na televisão, cheio de problemas, escândalos e frustrações”; “Goiás é o Estado de gente que trabalha, de empresários que produzem riquezas e de um governo que trabalha e supera a crise”, disse Perillo, durante evento Damianópolis, Nordeste do estado; dados do Caged, divulgados pelo Ministério do Trabalho, apontam que Goiás foi o terceiro estado do País no saldo da geração de empregos em junho, com 4.795 (Foto: Leonardo Lucena)

Goiás 247 - Ao comentar as contas públicas no estado, o governador de Goiás, Marconi Perillo, que “o Brasil de Goiás não é o mesmo Brasil que passa na televisão, cheio de problemas, escândalos e frustrações”. A declaração foi concedida, nesta quarta-feira (19), Damianópolis, Nordeste do estado. O chefe do executivo anunciou aporte de mais R$ 200 mil para a carteira de empréstimos do Banco do Povo em na cidade, onde assinou, junto com o vice, José Eliton, convênio no valor de R$ 1,15 milhão do programa Goiás na Frente.

“Goiás é o Estado de gente que trabalha, de empresários que produzem riquezas e de um governo que trabalha e supera a crise”, disse Perillo.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa segunda-feira (17), pelo Ministério do Trabalho, apontam que Goiás foi o terceiro estado do País no saldo da geração de empregos em junho, com 4.795. O valor é resultado das 48.995 contratações menos as 44.200 demissões. Na primeira posição ficou Minas Gerais, com saldo de 15.445, e na segunda Mato Grosso (5.779).

Obras

Damianópolis foi o segundo destino da Caravana do Goiás na Frente, que nesta quarta-feira percorre o Nordeste goiano para entregar, vistoriar e anunciar obras e benefícios. Durante a Caravana, foi autorizado convênio entre o município e a Agehab para a construção de 79 unidades habitacionais na cidade ao custo de R$ 5 milhões.

Ao percorrer de carro os poucos mais de 26 quilômetros que separam Sítio D’Abadia a Damianópolis, pela GO-108, o governador Marconi Perillo disse ter observado algumas poucas depressões na pista. No discurso que fez em Damianópolis informou já ter entrado em contato com o presidente da Agetop, Jayme Rincón solicitando o enviado de equipe para reparar os defeitos.

“A rodovia está boa, bem conservada, mas temos que consertar esses pequenos defeitos para que eles não signifiquem ameaça a vida das pessoas”, declarou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247