PF deflagra operação no Tocantins e 4 estados

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 24, a Operação Sétimo Mandamento, para desarticular organização criminosa especializada em roubos a bancos e agências dos Correios; nove mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nos estados da Bahia, Goiás, Tocantins, Pará e Distrito Federal; investigados respondem pelos roubos às agências dos Correios das cidades tocantinenses de Araguaína, Marianópolis, Cariri, Barrolândia e Sandolândia, além do Cartório Eleitoral de Porto Nacional; participam da operação cerca de 40 policiais federais

Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 24, a Operação Sétimo Mandamento, para desarticular organização criminosa especializada em roubos a bancos e agências dos Correios; nove mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nos estados da Bahia, Goiás, Tocantins, Pará e Distrito Federal; investigados respondem pelos roubos às agências dos Correios das cidades tocantinenses de Araguaína, Marianópolis, Cariri, Barrolândia e Sandolândia, além do Cartório Eleitoral de Porto Nacional; participam da operação cerca de 40 policiais federais
Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 24, a Operação Sétimo Mandamento, para desarticular organização criminosa especializada em roubos a bancos e agências dos Correios; nove mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nos estados da Bahia, Goiás, Tocantins, Pará e Distrito Federal; investigados respondem pelos roubos às agências dos Correios das cidades tocantinenses de Araguaína, Marianópolis, Cariri, Barrolândia e Sandolândia, além do Cartório Eleitoral de Porto Nacional; participam da operação cerca de 40 policiais federais (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 24, a Operação Sétimo Mandamento, visando desarticular organização criminosa especializada em roubos a bancos e agências dos Correios. Participam da operação cerca de 40 policiais federais.

Nove mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nos estados da Bahia, Goiás, Tocantins, Pará e Distrito Federal.

Os investigados respondem pelos roubos às agências dos Correios das cidades tocantinenses de Araguaína, Marianópolis, Cariri, Barrolândia e Sandolândia, além do Cartório Eleitoral de Porto Nacional. Eles também respondem pela tentativa de roubo à agência do Banco do Brasil da cidade de Riachão (MA), além de homicídios a comparsas e tentativas de homicídio a policiais militares de Riachão.

Segundo informações da Polícia Federal, os envolvidos responderão pelos crimes de roubo, tentativa de roubo, homicídio, tentativa de homicídio e associação criminosa, cujas penas somadas, caso condenados, podem individualmente chegar a 53 anos de reclusão.

A Polícia Federal informou que continuará com as investigações no intuito de recuperar os valores e objetos roubados pela organização criminosa. Às 10h30 desta quinta será divulgado um balanço parcial dos trabalhos e no início do período da tarde será realizada uma entrevista coletiva na Superintendência Regional da PF, na Capital.

O nome da operação faz menção ao sétimo mandamento previsto na doutrina cristã que diz "não furtarás, não roubarás".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247