Piauí garante quase R$ 1 bi no Tesouro Nacional

O governador Wellington Dias esteve, Esplanada dos Ministérios, em audiência com a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi.; o encontro pautou três eixos: a liberação de quase R$ 1 bilhão para o Piauí via Caixa Econômica Federal, o empréstimo da União acertado através do Fórum de Governadores e a atualização de repasses relacionados a antiga Companhia de Habitação do Piauí (Cohab), hoje Empresas de Recursos do Piauí (Engerpi); no Tesouro Nacional, Wellington garantiu a entrada, junto à Caixa, de dois financiamentos federais em contratos de R$ 315 milhões e outro de R$ 600 milhões; os recursos serão aplicados em investimentos na área de infraestrutura do transporte e de distribuição de recursos hídricos

O governador Wellington Dias esteve, Esplanada dos Ministérios, em audiência com a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi.; o encontro pautou três eixos: a liberação de quase R$ 1 bilhão para o Piauí via Caixa Econômica Federal, o empréstimo da União acertado através do Fórum de Governadores e a atualização de repasses relacionados a antiga Companhia de Habitação do Piauí (Cohab), hoje Empresas de Recursos do Piauí (Engerpi); no Tesouro Nacional, Wellington garantiu a entrada, junto à Caixa, de dois financiamentos federais em contratos de R$ 315 milhões e outro de R$ 600 milhões; os recursos serão aplicados em investimentos na área de infraestrutura do transporte e de distribuição de recursos hídricos
O governador Wellington Dias esteve, Esplanada dos Ministérios, em audiência com a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi.; o encontro pautou três eixos: a liberação de quase R$ 1 bilhão para o Piauí via Caixa Econômica Federal, o empréstimo da União acertado através do Fórum de Governadores e a atualização de repasses relacionados a antiga Companhia de Habitação do Piauí (Cohab), hoje Empresas de Recursos do Piauí (Engerpi); no Tesouro Nacional, Wellington garantiu a entrada, junto à Caixa, de dois financiamentos federais em contratos de R$ 315 milhões e outro de R$ 600 milhões; os recursos serão aplicados em investimentos na área de infraestrutura do transporte e de distribuição de recursos hídricos (Foto: Leonardo Lucena)

O governador Wellington Dias cumpre agenda nesta quarta (01), em Brasília. Pela manhã, na Esplanada dos Ministérios, ele esteve em audiência com a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi. O encontro pautou três eixos: a liberação de quase 1 bilhão de reais para o Piauí via Caixa Econômica Federal, o empréstimo da União acertado através do Fórum de Governadores e a atualização de repasses relacionados a antiga Companhia de Habitação do Piauí (Cohab), hoje Empresas de Recursos do Piauí (Engerpi).

No Tesouro Nacional, Wellington garantiu a entrada, junto à Caixa, de dois financiamentos federais em contratos de R$ 315 milhões e outro de R$ 600 milhões. Os recursos serão aplicados em investimentos na área de infraestrutura do transporte e de distribuição de recursos hídricos.

A vantagem, segundo o governador, é que o Piauí poderá efetivar os contratos com a Caixa sem precisar do aval final da União. “Como o Piauí não tem dívida com a União, nós estamos fora do chamado Programa de Ajuste Fiscal e podemos tomar esse financiamento. A Assembleia Legislativa aprovou, a Caixa Econômica apreciou e agora cabe a agilidade do Estado e da CAIXA para credenciar, apenas para efeito do controle que faz o Tesouro Nacional”, explicou.

Ainda de acordo com Dias, o contrato com a Caixa acelera e conclui um conjunto de obras, dentre elas a Transcerrado e outras estradas e pontes e a Adutora do Litoral.

Na atualização de repasses relacionados à antiga Cohab, o governo buscou ir ao encontro de contas junto ao Tesouro da União por meio do Fundo de Compensação de Variações Salariais - FCVS. Na reunião foram acordadas tratativas técnicas para a redução de despesas nos cofres públicos do Estado.

Outro ponto conciliado foi o empréstimo acertado com os governadores através do Fórum de Governadores, no qual Dias é um dos principais porta-vozes. A Secretaria do Tesouro garantiu que ainda neste mês de fevereiro vai apresentar o seu parecer. “A prioridade do governo é de aprovar e liberar esses contratos de empréstimos. Já foi adiantado, inclusive, a Secretaria parabenizou o Estado pelo resultado que tivemos em 2016 que coloca o estado do Piauí com nota B, o que garante condições de contratação”, pontuou Dias.

Fonte: CCom

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247