Pimenta: paneleiros serão esbofeteados com a volta da CPMF e alíquota 0,5%

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) alerta: depois que quebrar o País, Michel Temer e Henrique Meirelles irão propor a volta da CPMF, em 2017, com alíquota de 0,5%; "os golpistas serão esbofeteados quando perceberam que terão que pagar o pato", diz ele; nesta quinta-feira, em editorial, a Folha de S. Paulo, que condenou o ajuste fiscal proposto pela presidente Dilma Rousseff e pelo então ministro Joaquim Levy, já defende novos impostos em 2017; "hipócritas", resume Pimenta

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) alerta: depois que quebrar o País, Michel Temer e Henrique Meirelles irão propor a volta da CPMF, em 2017, com alíquota de 0,5%; "os golpistas serão esbofeteados quando perceberam que terão que pagar o pato", diz ele; nesta quinta-feira, em editorial, a Folha de S. Paulo, que condenou o ajuste fiscal proposto pela presidente Dilma Rousseff e pelo então ministro Joaquim Levy, já defende novos impostos em 2017; "hipócritas", resume Pimenta
O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) alerta: depois que quebrar o País, Michel Temer e Henrique Meirelles irão propor a volta da CPMF, em 2017, com alíquota de 0,5%; "os golpistas serão esbofeteados quando perceberam que terão que pagar o pato", diz ele; nesta quinta-feira, em editorial, a Folha de S. Paulo, que condenou o ajuste fiscal proposto pela presidente Dilma Rousseff e pelo então ministro Joaquim Levy, já defende novos impostos em 2017; "hipócritas", resume Pimenta (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

RS 247 – O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) usou sua conta no Twitter para fazer um alerta: depois que quebrar o País, Michel Temer e Henrique Meirelles irão propor a volta da CPMF, em 2017, com alíquota de 0,5%.

"Os golpistas serão esbofeteados quando perceberam que terão que pagar o pato", diz ele.

Nesta quinta-feira, em editorial, a Folha de S. Paulo, que condenou o ajuste fiscal proposto pela presidente Dilma Rousseff e pelo então ministro Joaquim Levy, já defende novos impostos em 2017.

"São hipócritas", resumiu Pimenta.

Em entrevista recente ao 247, Dilma afirmou que seria impossível fazer um ajuste verdadeiro, sem mexer também nas receitas, e não apenas nas despesas:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email