Piso salarial de professores brasileiros é o mais baixo entre 40 países, aponta estudo

Os vencimentos dos docentes brasileiros no começo da carreira são menores do que os de professores em países como Colômbia, Chile e México

Professores criticam falta de previsão para novas etapas de vacinação em SP
Professores criticam falta de previsão para novas etapas de vacinação em SP (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou nesta quinta-feira (16) um estudo apontando que o piso salarial dos professores brasileiros nos anos finais do ensino fundamental é o mais baixo entre 40 países avaliados. As informações foram publicadas em reportagem do jornal O Estado de S.Paulo.

Os vencimentos dos docentes brasileiros no começo da carreira são menores do que os de professores em países como Colômbia, Chile e México. A conversão para comparação dos salários é feita usando a escala de paridade do poder de compra, que reflete o custo de vida nos países.

De acordo com o relatório Education at a Glance 2021, os professores brasileiros têm salário inicial de US$ 13,9 mil anuais. Na Alemanha, por exemplo, o valor passa de US$ 70 mil, e é maior do que 20 mil dólares em países como Grécia, Colômbia e Chile. 

PUBLICIDADE

No caso do salário real, que inclui pagamentos adicionais, o valor médio recebido pelos brasileiros é de US$ 25.030 anuais no nível pré-primário (que corresponde à educação infantil) e US$ 25.366 no nível primário (anos iniciais do ensino fundamental). Na média dos países da OCDE, os valores para as mesmas etapas são US$ 40.707 e US$ 45.687, respectivamente.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email