PPS ainda indeciso entre apoiar PSB ou PTB

O diretório pernambucano do PPS deve decidir no próximo domingo (9) qual candidato apoiará nas eleições estaduais de outubro; apesar de apoiar nacionalmente o governador de pernambucano e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, a instância estadual ainda se divide entre apoiar o socialista Paulo Câmara ou caminhar ao lado do senador Armando Monteiro Neto (PTB) para a disputa pelo Governo do Estado

O diretório pernambucano do PPS deve decidir no próximo domingo (9) qual candidato apoiará nas eleições estaduais de outubro; apesar de apoiar nacionalmente o governador de pernambucano e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, a instância estadual ainda se divide entre apoiar o socialista Paulo Câmara ou caminhar ao lado do senador Armando Monteiro Neto (PTB) para a disputa pelo Governo do Estado
O diretório pernambucano do PPS deve decidir no próximo domingo (9) qual candidato apoiará nas eleições estaduais de outubro; apesar de apoiar nacionalmente o governador de pernambucano e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, a instância estadual ainda se divide entre apoiar o socialista Paulo Câmara ou caminhar ao lado do senador Armando Monteiro Neto (PTB) para a disputa pelo Governo do Estado (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O diretório pernambucano do PPS deve decidir no próximo domingo (9) qual candidato apoiará nas eleições estaduais de outubro. Apesar de apoiar nacionalmente o governador de pernambucano e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, a instância estadual ainda se divide entre apoiar o socialista Paulo Câmara ou caminhar ao lado do senador Armando Monteiro Neto (PTB). O encontro acontecerá no Hotel Mercure, no bairro da Ilha do Leite, na área central do Recife.

Nas últimas semanas, representantes do PPS, como a presidente estadual Débora Albuquerque, o secretário-geral Marcílio Domingues e o vereador Raul Jungmann, mantiveram conversas com membros do PTB e do PSB, a fim de discutir os projetos para Pernambuco. Os resultados das reuniões deverão ser divulgados durante o encontro do domingo. De acordo com membros da legenda, a escolha da candidatura será realizada a partir dos projetos que mais se assemelhem aos ideais dos pós-comunistas.

“Temos duas candidaturas postas, a de Câmara e a de Armando. São dois nomes honrados e com serviços prestados ao Estado. No próximo domingo vamos escolher qual das duas propostas se aproxima mais de nossos ideais”, explicou Débora. “Durante a reunião, vamos apresentar os resultados das conversas a todos os integrantes da direção estadual do PPS. De posse desta informação, o partido tomará, de forma democrática, a decisão que melhor se aproxime dos ideais do partido”, acrescentou.

O diretório pernambucano do PPS deve decidir no próximo domingo (9) qual candidato apoiará nas eleições estaduais de outubro. Apesar de apoiar nacionalmente o governador de pernambucano e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, a instância estadual ainda se divide entre apoiar o socialista Paulo Câmara ou caminhar ao lado do senador Armando Monteiro Neto (PTB). O encontro acontecerá no Hotel Mercure, no bairro da Ilha do Leite, na área central do Recife.

Nas últimas semanas, representantes do PPS, como a presidente estadual Débora Albuquerque, o secretário-geral Marcílio Domingues e o vereador Raul Jungmann, mantiveram conversas com membros do PTB e do PSB, a fim de discutir os projetos para Pernambuco. Os resultados das reuniões deverão ser divulgados durante o encontro do domingo. De acordo com membros da legenda, a escolha da candidatura será realizada a partir dos projetos que mais se assemelhem aos ideais dos pós-comunistas.

“Temos duas candidaturas postas, a de Câmara e a de Armando. São dois nomes honrados e com serviços prestados ao Estado. No próximo domingo vamos escolher qual das duas propostas se aproxima mais de nossos ideais”, explicou Débora. “Durante a reunião, vamos apresentar os resultados das conversas a todos os integrantes da direção estadual do PPS. De posse desta informação, o partido tomará, de forma democrática, a decisão que melhor se aproxime dos ideais do partido”, acrescentou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email