Pré-candidatura de Alckmin ao Planalto é formalizada pelo PSDB

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, teve a pré-candidatura à Presidência da República pelo PSDB formalizada e prometeu, se eleito, realizar reformas, com a da Previdência, logo no primeiro ano de mandato; além das alterações previdenciárias, Alckmin prometeu ainda propor ao Congresso as reformas tributária, política e do Estado; para o tucano, o Estado não deve ser empresário, mas sim regulador e fiscalizador

Pré-candidatura de Alckmin ao Planalto é formalizada pelo PSDB
Pré-candidatura de Alckmin ao Planalto é formalizada pelo PSDB (Foto: Adriano Machado - Reuters)

BRASÍLIA (Reuters) - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, teve a pré-candidatura à Presidência da República pelo PSDB formalizada nesta terça-feira e prometeu, se eleito, realizar reformas, com a da Previdência, logo no primeiro ano de mandato.

Além das alterações previdenciárias, Alckmin prometeu ainda propor ao Congresso as reformas tributária, política e do Estado. Para o tucano, o Estado não deve ser empresário, mas sim regulador e fiscalizador.

O governador sinalizou ainda com o que chamou de “agenda de competitividade” caso seja eleito em outubro, assim como a criação de uma agência nacional de inteligência e alterações no cálculo do rendimento dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247