Prefeita é afastada suspeita de deixar o marido administrar

A Vara das Fazendas Públicas da comarca de Mozarlândia, em Goiás, afastou, por 180 dias, Márcia Bernardino de Souza Rezende, prefeita de Araguapaz; ela é suspeita de entregar a administração do município ao marido e ex-prefeito do município, José Segundo Rezende Júnior; liminar também proibiu o marido de Márcia de entrar no prédio da prefeitura e bloqueou R$ 50 mil em bens que estão em nome do casal

A Vara das Fazendas Públicas da comarca de Mozarlândia, em Goiás, afastou, por 180 dias, Márcia Bernardino de Souza Rezende, prefeita de Araguapaz; ela é suspeita de entregar a administração do município ao marido e ex-prefeito do município, José Segundo Rezende Júnior; liminar também proibiu o marido de Márcia de entrar no prédio da prefeitura e bloqueou R$ 50 mil em bens que estão em nome do casal
A Vara das Fazendas Públicas da comarca de Mozarlândia, em Goiás, afastou, por 180 dias, Márcia Bernardino de Souza Rezende, prefeita de Araguapaz; ela é suspeita de entregar a administração do município ao marido e ex-prefeito do município, José Segundo Rezende Júnior; liminar também proibiu o marido de Márcia de entrar no prédio da prefeitura e bloqueou R$ 50 mil em bens que estão em nome do casal (Foto: Voney Malta)

Goiás 247 – Márcia Bernardino de Souza Rezende, prefeita de Araguapaz, foi afastada do cargo, por decisão judicial, pelo prazo de 180 dias suspeita de entregar a administração do município, segundo as investigações, a José Segundo Rezende Júnior, marido dela e ex-prefeito do município.

A liminar concedida pela Justiça da Vara das Fazendas Públicas da comarca de Mozarlândia também proibiu o marido de Márcia de entrar no prédio da prefeitura e determinou o bloqueio de R$ 50 mil em bens que estão em nome do casal.

Quem já assumiu o cargo foi o vice-prefeito Gabriel Fornieles Moreira (DEM). A prefeita foi eleita pelo PMDB, mas já havia deixado a sigla.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247