Prefeito Roberto Cláudio se recusa a negociar com professores em greve

Professores da rede municipal de Fortaleza permanecem em greve por tempo indeterminado e cumprem agenda de mobilização em todas regionais de Fortaleza, durante o dia de hoje. Ontem, o prefeito Roberto Cláudio afirmou que só retoma as negociações se os professores suspenderem a greve

Professores da rede municipal de Fortaleza permanecem em greve por tempo indeterminado e cumprem agenda de mobilização em todas regionais de Fortaleza, durante o dia de hoje. Ontem, o prefeito Roberto Cláudio afirmou que só retoma as negociações se os professores suspenderem a greve
Professores da rede municipal de Fortaleza permanecem em greve por tempo indeterminado e cumprem agenda de mobilização em todas regionais de Fortaleza, durante o dia de hoje. Ontem, o prefeito Roberto Cláudio afirmou que só retoma as negociações se os professores suspenderem a greve (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Professores da rede municipal de Fortaleza permanecem em greve por tempo indeterminado e cumprem agenda de mobilização em todas regionais de Fortaleza, durante o dia de hoje.

Os professores cobram da Prefeitura de Fortaleza o reajuste do piso salarial da categoria, nos termos da lei federal Lei nº 13.005/ 2014 - Plano Nacional de Educação (PNE).

Pela manhã serão realizadas atividades nas regionais I, II e III e à tarde, nas regionais IV, V e VI. Os professores denunciam que estão sofrendo assédio dos gestores e coordenadores escolares.

Ontem, o prefeito Roberto Cláudio afirmou que só retoma as negociações se os professores suspenderem a greve.

A justiça decretou a ilegalidade da greve na última sexta-feira, determinando multa de R$ 10 mil por dia, em caso de descumprimento. Os professores de Fortaleza decidiram em assembleia realizada na segunda-feira, 23 de abril, manter a greve geral da categoria.

A lei prevê reajuste automático anual em janeiro, de 6,81%, além da inflação, decorrente da Portaria 1.595, de 28/12/2017 – MEC a ser concedido em 01/01/2018 e em atraso pela gestão municipal. O prefeito deu, até agora, aumento de 2,95%.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247