Prefeitura de Alvinópolis confirma morte de homem por febre amarela

A Prefeitura de Alvinópolis, na Região Central de Minas Gerais, confirmou a morte de um homem de 67 anos por febre amarela; a confirmação veio após exame feito pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte; governo de Minas Gerais havia decretado situação de emergência em cinco áreas do estado, somando 162 municípios  

A Prefeitura de Alvinópolis, na Região Central de Minas Gerais, confirmou a morte de um homem de 67 anos por febre amarela; a confirmação veio após exame feito pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte; governo de Minas Gerais havia decretado situação de emergência em cinco áreas do estado, somando 162 municípios
 
A Prefeitura de Alvinópolis, na Região Central de Minas Gerais, confirmou a morte de um homem de 67 anos por febre amarela; a confirmação veio após exame feito pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte; governo de Minas Gerais havia decretado situação de emergência em cinco áreas do estado, somando 162 municípios   (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - A Prefeitura de Alvinópolis, na Região Central de Minas Gerais, confirmou nesta segunda-feira (29) a morte de um homem de 67 anos por febre amarela. A confirmação veio após exame feito pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

Segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde de Alvinópolis, Cristina Mendes Romão, homem de 67 anos não havia sido vacinado e, como era trabalhar rural, tinha histórico de frequentar áreas rurais como o Arraial Mostarda e o Distrito Fonseca.

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais divulgou um balanço estadual na terça-feira (23) com 25 mortes por causa da febre amarela. Depois desta data, mais cinco óbitos foram confirmadas por prefeituras, sendo duas em Brumadinho, uma em Belo Horizonte, uma em Juiz de Fora e esta registrada em Alvinópolis. O governo de Minas Gerais decretou situação de emergência em cinco áreas do estado, somando 162 municípios.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247