Prefeitura de Macapá demitiu enfermeiros que se recusaram a distribuir kit covid

Cerca de 90 enfermeiros de Macapá receberam uma ordem da prefeitura: cada um teria que entregar kits com vitaminas, zinco e ivermectina em ao menos 15 casas, ou a 60 pessoas. Participar deste mutirão não era uma escolha - quem se recusou, está desempregado ou recorreu ao Judiciário

www.brasil247.com - Prefeitura de Macapá
Prefeitura de Macapá (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

Nayara Felizardo, Intercept Brasil - Logo nos primeiros dias de março deste ano, cerca de 90 enfermeiros de Macapá receberam uma ordem da prefeitura: cada um teria que entregar kits com vitaminas, zinco e ivermectina em ao menos 15 casas, ou a 60 pessoas. Além dos enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde também foram convocados a distribuir massivamente o “kit covid”, que a prefeitura acreditava prevenir contra a covid-19. Participar deste mutirão não era uma escolha – quem se recusou, está desempregado ou teve que entrar na justiça para reverter a demissão.

Em 3 de março, a coordenadora do programa, Cristilene Vilhena, enviou mensagem para o grupo de WhatsApp Saúde Rural, em que estão os profissionais de saúde que atendem aos maiores distritos da capital, dizendo que todas as equipes estavam sendo convocadas para uma força tarefa para distribuir os kits. “Cada equipe deverá retirar na sua UBS [Unidade Básica de Saúde] de lotação 600 kits para distribuir na sua área de cobertura. A logística é que cada equipe ESF tenha 10 profissionais envolvendo enfermeiros, técnicos e ACS, e cada profissional distribuirá em 15 casas ou a 60 pessoas. O público alvo são pessoas de 18 a 70 anos”, escreveu. 

Leia a íntegra no Intercept Brasil

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email