Prefeitura de Palmas adia para dezembro licitação do BRT

A Prefeitura de Palmas decidiu adiar a para dezembro abertura das propostas da licitação do BRT Palmas Sul, que ocorreria nesta terça-feira, 20; conforme o município, dos 74 questionamentos, 12 já foram respondidos e constam do Portal da Transparência; conforme a Secom, para que não restem dúvidas sobre as obras e serviços licitados, a SMAMTT organizou uma equipe técnica que, junto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), está analisando todos os pedidos de esclarecimentos; obra está estimada em R$ 238,55 milhões para a construção dos 15,45 quilômetros do sistema

A Prefeitura de Palmas decidiu adiar a para dezembro abertura das propostas da licitação do BRT Palmas Sul, que ocorreria nesta terça-feira, 20; conforme o município, dos 74 questionamentos, 12 já foram respondidos e constam do Portal da Transparência; conforme a Secom, para que não restem dúvidas sobre as obras e serviços licitados, a SMAMTT organizou uma equipe técnica que, junto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), está analisando todos os pedidos de esclarecimentos; obra está estimada em R$ 238,55 milhões para a construção dos 15,45 quilômetros do sistema
A Prefeitura de Palmas decidiu adiar a para dezembro abertura das propostas da licitação do BRT Palmas Sul, que ocorreria nesta terça-feira, 20; conforme o município, dos 74 questionamentos, 12 já foram respondidos e constam do Portal da Transparência; conforme a Secom, para que não restem dúvidas sobre as obras e serviços licitados, a SMAMTT organizou uma equipe técnica que, junto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), está analisando todos os pedidos de esclarecimentos; obra está estimada em R$ 238,55 milhões para a construção dos 15,45 quilômetros do sistema (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - A Prefeitura de Palmas decidiu adiar a abertura das propostas da licitação do sistema de transporte coletivo em corredor de trânsito rápido (BRT Palmas Sul), que ocorreria na terça-feira, 20. Conforme o município, dos 74 questionamentos,12 já foram respondidos e constam do Portal da Transparência. A obra está estimada em R$ 238,55 milhões para a construção dos 15,45 quilômetros do sistema.

A Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) disse ainda que foram apresentados 19 pedidos de esclarecimentos fora do prazo, mas que também serão analisados. Após a resposta de todos os questionamentos, a licitação do BRT será republicada, garantido o prazo de 30 dias úteis, previsto na lei do Regime Diferenciado de Contratação (RDC). O objetivo é permitir que os interessados tenham tempo hábil de formular suas propostas. A previsão é que a nova abertura da licitação do BRT ocorra na primeira quinzena de dezembro.

O secretário municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Transito e Transporte (SMAMTT), Christian Zini, explicou que, por ser uma contratação integrada, é natural que as empresas tenham dúvidas pontuais sobre a execução dos serviços. "Mas estamos esclarecendo caso a caso, de acordo com as informações já contidas no Termo de Referência e precisamos de mais tempo para isso", disse ele.

Conforme a Secom, para que não restem dúvidas sobre as obras e serviços licitados, a SMAMTT organizou uma equipe técnica que, junto com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seisp), está analisando todos os pedidos de esclarecimentos.

Segundo Zini, pode ser que, dos pedidos de esclarecimentos, a prefeitura tenha que alterar o Termo de Referência ou a planilha básica dos quantitativos dos serviços. "O importante é que tudo seja o mais claro possível, pois queremos evitar impugnações ao edital e, principalmente, problemas na execução do contrato", afirmou o secretário.

Licitação mantida pela Justiça
A suspensão da licitação do BRT chegou a ser pedida pelo Ministério Público Federal (MPF-TO) em ação civil pública movida contra a Prefeitura de Palmas e a Caixa Econômica Federal. Contudo, a Justiça Federal entendeu que não seria necessário e, no dia 2 de outubro, manteve o certame para terça-feira.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email