Prefeitura é investigada por nepotismo

O Ministério Público de Alagoas abriu dois inquéritos para investigar suposto nepotismo e a precariedade do hospital público do município de Joaquim Gomes; já foi requisitada, inclusive, uma lista com os nomes de todos os servidores comissionados da prefeitura, cargos e eventual parentesco com outros servidores públicos

O Ministério Público de Alagoas abriu dois inquéritos para investigar suposto nepotismo e a precariedade do hospital público do município de Joaquim Gomes; já foi requisitada, inclusive, uma lista com os nomes de todos os servidores comissionados da prefeitura, cargos e eventual parentesco com outros servidores públicos
O Ministério Público de Alagoas abriu dois inquéritos para investigar suposto nepotismo e a precariedade do hospital público do município de Joaquim Gomes; já foi requisitada, inclusive, uma lista com os nomes de todos os servidores comissionados da prefeitura, cargos e eventual parentesco com outros servidores públicos (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O Ministério Público Estadual (MPE) determinou, nesta segunda-feira (19), através de portaria no Diário Oficial do Estado, a abertura de dois inquéritos civis contra a prefeitura de Joaquim Gomes para investigar suposto nepotismo e a precariedade do hospital público do município.

Na publicação, o promotor Carlos Davi Lopes Correia Lima requisita uma lista na qual conste os nomes de todos os servidores comissionados da prefeitura de Joaquim Gomes, com os seus respectivos cargos e eventual parentesco com outros servidores públicos.

O promotor também solicitou a abertura de inquérito para apurar as denúncias feitas por pacientes sobre a precariedade do hospital municipal. Carlos Davi cobra a lista de veículos usados no transporte de pacientes, com indicação do ano e estado de conservação e também o número de pacientes atendidos pela unidade hospitalar mensalmente

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email