Prefeitura realiza mutirão contra Aedes aegypti com apoio do Exército

Ação de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya acontece nesta sexta-feira (29), na Praia do Futuro, com concentração na Praça da Paz Dom Helder Câmara (antiga Praça 31 de março). A Prefeitura de Fortaleza contará com o apoio de 200 homens do Exército Brasileiro. Cerca de 5 mil imóveis serão visitados durante o dia

Ação de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya acontece nesta sexta-feira (29), na Praia do Futuro, com concentração na Praça da Paz Dom Helder Câmara (antiga Praça 31 de março). A Prefeitura de Fortaleza contará com o apoio de 200 homens do Exército Brasileiro. Cerca de 5 mil imóveis serão visitados durante o dia
Ação de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya acontece nesta sexta-feira (29), na Praia do Futuro, com concentração na Praça da Paz Dom Helder Câmara (antiga Praça 31 de março). A Prefeitura de Fortaleza contará com o apoio de 200 homens do Exército Brasileiro. Cerca de 5 mil imóveis serão visitados durante o dia (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - Um mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti será realizado nesta sexta-feira (29), na Praia do Futuro I e II. A ação da Prefeitura de Fortaleza conta com o apoio do Exército Brasileiro e acontece a partir das 8h, com concentração na Praça da Paz Dom Helder Câmara (antiga Praça 31 de março).

Cerca de 200 homens do Exército passaram por capacitação e treinamentos para atuarem em parceria com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes de Combate às Endemias (ACE) e educadores do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Entre as ações, estão as visitas domiciliares e inspeção dos imóveis. Eles realizarão ainda, o trabalho de vedação das caixas d´água, de responsabilidade dos proprietários, conforme legislação municipal.

Durante a atividade serão visitados cerca de 5 mil imóveis com a participação de 717 agentes municipais e militares na busca e identificação dos focos do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. 

Para o gerente da Célula de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos, Nélio Morais, a participação do Exército vem aumentar a força de atuação da SMS. “Temos realizado ações diárias, por meio de nossos agentes de saúde e de endemias, antes mesmo do início das chuvas, a fim de eliminarmos, junto com os proprietários, os focos do mosquito. A participação do Exército chega para potencializar nossa força, mas lembrando de que a população tem que participar e assumir essa responsabilidade compartilhada”, destacou Nélio.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247