Pressão: Daniel integra grupo anti-impeachment

Deputado goiano, que passou os últimos dias em Paris, na COP 21, foi escalado pelo líder do PMDB na Câmara Federal, Leonardo Picciani (RJ), para integrar a comissão especial que vai analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT); Daniel Vilela, que está no seu primeiro mandato federal, teme desgastes que possam atrapalhar seus planos eleitorais em Goiás; filho de Maguito Vilela tenta se esquivar da comissão, mas a pressão de Picciani é grande e Daniel deve mesmo ficar no grupo que é contra o impeachment

Deputado goiano, que passou os últimos dias em Paris, na COP 21, foi escalado pelo líder do PMDB na Câmara Federal, Leonardo Picciani (RJ), para integrar a comissão especial que vai analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT); Daniel Vilela, que está no seu primeiro mandato federal, teme desgastes que possam atrapalhar seus planos eleitorais em Goiás; filho de Maguito Vilela tenta se esquivar da comissão, mas a pressão de Picciani é grande e Daniel deve mesmo ficar no grupo que é contra o impeachment
Deputado goiano, que passou os últimos dias em Paris, na COP 21, foi escalado pelo líder do PMDB na Câmara Federal, Leonardo Picciani (RJ), para integrar a comissão especial que vai analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT); Daniel Vilela, que está no seu primeiro mandato federal, teme desgastes que possam atrapalhar seus planos eleitorais em Goiás; filho de Maguito Vilela tenta se esquivar da comissão, mas a pressão de Picciani é grande e Daniel deve mesmo ficar no grupo que é contra o impeachment (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O deputado federal goiano Daniel Vilela é um dos oito parlamentares peemedebistas escolhidos pelo líder do PMDB na Câmara Federal, Leonardo Picciani (RJ), para integrar a comissão especial que vai analisar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Picciani disse que procurou indicar deputados que não disseram se são a favor ou contra o processo de impeachment. “A maioria dos indicados não tem posição manifesta, nem a favor nem contraria ao processo”. Picciani indicou ele próprio e os deputados Celso Maldaner (SC), Daniel Vilela (GO), Hildo Rocha (MA), João Arruda (PR), José Priante (PA), Rodrigo Pacheco (MG) e Washington Reis (RJ). 

Daniel passou os últimos dias em Paris, na COP 21, e ficou surpreso com a escalação para a comissão. O deputado goiano, que está no seu primeiro mandato federal, teme desgastes que possam atrapalhar seus planos eleitorais em Goiás.

O filho de Maguito Vilela tenta sair comissão, mas a pressão de Picciani é grande e Daniel deve mesmo ficar no grupo que é contra o impeachment.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email