Previna-se contra o uso de cartões e cheques roubados

Servio alerta lojistas para no aceitarem transaes. Registros de furto, roubo ou perda de documentos aumentam 15% em feriados

Previna-se contra o uso de cartões e cheques roubados
Previna-se contra o uso de cartões e cheques roubados (Foto: Shutterstock)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Luciane Macedo _247 - Para se prevenir contra os transtornos e prejuízos que podem ser causados pelo roubo, furto ou extravio de documentos, durante o Carnaval ou qualquer outro feriado, quando essas ocorrências aumentam, o consumidor conta com um serviço gratutito de alerta que notifica lojistas sobre operações indevidas com cheques ou cartões de terceiros. Trata-se do SOS Cheques e Documentos, da Boa Vista Serviços, administradora do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

O serviço de utilidade pública pode ser acionado gratutitamente pelo consumidor em qualquer região do país, pelo telefone 0800 011 15 22 ou pela internet. Ao utilizar o SOS Cheques e Documentos, o consumidor solicita a inclusão de um registro de alerta em seu nome para prevenir fraudes e prejuízos em consequência do roubo, furto ou extravio de seus documentos.

"Essa medida prática, gratuita e rápida serve para que, em caso de uma possível tentativa de uso indevido do documento, antes que o crédito seja aprovado pelo lojista, um sinal de alerta seja enviado para impedir a transação", diz Dorival Dourado, presidente da Boa Vista Serviços. Os registros de documentos extraviados, roubados ou furtados aumentam em 15% durante os feriados, segundo levantamento da Boa Vista Serviços.

Além de notificar o SOS Cheques e Documentos, é importante, ressalta Dourado, que o dono dos documentos também entre em contato com os bancos e as empresas de cartão, para comunicá-los do roubo ou perda, e que faça um boletim de ocorrência, que poderá servir de prova em caso de fraudes cometidas com documentos extraviados.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247