Procon Assembleia quer ampliar atuação no interior

O Procon quer fazer parceria com câmaras municipais ou universidades para ampliar sua atuação. Segundo o coordenador em exercício do Procon da Assembleia Legislativa, Francisco Nóbrega, o órgão prevê um aumento de 20% da demanda. Somente neste período de férias, o Procon recebeu 823 reclamações de consumidores. Na próxima semana o Procon deve divulgar mais duas pesquisas de preços, envolvendo os valores cobrados nas barracas de praia e nas lojas de material escolar

O Procon quer fazer parceria com câmaras municipais ou universidades para ampliar sua atuação. Segundo o coordenador em exercício do Procon da Assembleia Legislativa, Francisco Nóbrega, o órgão prevê um aumento de 20% da demanda. Somente neste período de férias, o Procon recebeu 823 reclamações de consumidores. Na próxima semana o Procon deve divulgar mais duas pesquisas de preços, envolvendo os valores cobrados nas barracas de praia e nas lojas de material escolar
O Procon quer fazer parceria com câmaras municipais ou universidades para ampliar sua atuação. Segundo o coordenador em exercício do Procon da Assembleia Legislativa, Francisco Nóbrega, o órgão prevê um aumento de 20% da demanda. Somente neste período de férias, o Procon recebeu 823 reclamações de consumidores. Na próxima semana o Procon deve divulgar mais duas pesquisas de preços, envolvendo os valores cobrados nas barracas de praia e nas lojas de material escolar (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O coordenador em exercício do Procon da Assembleia Legislativa, Francisco Nóbrega, informou que o órgão quer implantar mais núcleos no interior, em parceria com câmaras municipais ou universidades. Segundo ele o Procon AL  está prevendo um aumento de 20% da demanda. Somente neste período de férias, o Procon recebeu 823 reclamações de consumidores – 453 em dezembro e 370 em janeiro (parcial). O órgão também promoveu 1.580 audiências de conciliação, das quais 797 foram realizadas em dezembro e 783 em janeiro. Já o balcão SPC/Serasa registrou 392 atendimentos nos dois meses.

De acordo com Francisco Nóbrega, serão realizadas e divulgadas, a partir da próxima semana, mais duas pesquisas de preço. “São pesquisas informativas para a população no tocante aos valores cobrados nas barracas de praia e nas lojas de material escolar, uma demanda que tende a aumentar nos períodos de férias”, explica. Nóbrega informa ainda que será traçado um comparativo entre os resultados dessas pesquisas e o obtido pelo mesmo estudo realizado em julho de 2015.

O trabalho de pesquisa de preços atende a um acordo com o Ministério Público Estadual (MPE) e contribuiu, no ano passado, para esclarecer os consumidores sobre valores cobrados por produtos em supermercados, pet shops, lojas de brinquedos e barracas de praia.

O Procon AL funciona no Edifício José Euclides Ferreira Gomes (anexo II), localizado na esquina da rua Barbosa de Freitas com avenida Pontes Vieira. Em Fortaleza, há, ainda, um núcleo de atendimento localizado na Universidade de Fortaleza (Unifor).

Fonte: Assessoria de Imprensa da Assembleia Legislatica-Ce

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247