Professores de BH decidem entrar em greve

Professores da rede municipal de ensino de Belo Horizonte começaram uma greve de pelo menos oito dias; dentre as reivindicações da categoria estã o reajuste do piso nacional da educação, a unificação da carreira da educação infantil e sete horas semanais de planejamento do trabalho para os professores

Professores da rede municipal de ensino de Belo Horizonte começaram uma greve de pelo menos oito dias; dentre as reivindicações da categoria estã o reajuste do piso nacional da educação, a unificação da carreira da educação infantil e sete horas semanais de planejamento do trabalho para os professores
Professores da rede municipal de ensino de Belo Horizonte começaram uma greve de pelo menos oito dias; dentre as reivindicações da categoria estã o reajuste do piso nacional da educação, a unificação da carreira da educação infantil e sete horas semanais de planejamento do trabalho para os professores (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - Professores da rede municipal de ensino de Belo Horizonte começaram, nesta segunda-feira (18), uma greve de pelo menos oito dias. Os servidores pedem o reajuste do piso nacional da educação, a unificação da carreira da educação infantil e sete horas semanais de planejamento do trabalho para os professores.

De acordo com Wanderson Rocha, diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede-BH), a categoria também é contra o Projeto de Lei (PL) 1.581/15 em que a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) passaria a gestão das escolas municipais para do setor privado, e o PL 1.763/15, que altera os benefícios oferecidos pela previdência municipal.

A prefeitura, por meio da Secretaria de Recursos Humanos, afirmou que segue o que a lei determina e que já atende a boa parte das reivindicações do sindicato dos professores.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247