Professores mantêm greve

Maior greve da história da rede estadual baiana, a dos professores é mais uma a manchar a gestão de Jaques Wagner; em nova assembleia, trabalhadores afirmam que seu pleito ainda não foi atendido

Professores mantêm greve
Professores mantêm greve (Foto: Fernando Vivas/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Os professores da rede estadual de ensino decidiram pela continuidade da greve após votação realizada na manhã desta sexta-feira (13) no estacionamento da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). A reunião analisou a proposta de conciliação entregue após intermediação do Ministério Público (MP-BA) entre os docentes e o governo do estado. A categoria preparou uma contraproposta e vai apresentar ao governo na próxima quarta (18).

Além dos reajustes salariais concedidos este ano, com variação de 6,5% a 11,5%, o governo se propôs a conceder aos professores licenciados, em novembro de 2012, promoção através de curso, com ganho de 7%, e em abril de 2013 uma nova promoção, também com ganho de 7%.

O Ministério Público Estadual (MPE) pediu antecipação do benefício para março de 2013, o que foi consentido pelo Estado, mesmo após um incremento de R$ 23 milhões na folha. Também foi consentida a sugestão de não haver punição aos integrantes do movimento grevista.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira, explicou que a maioria dos professores decidiu pela continuidade da greve porque a proposta do governo ainda não responde a todos os anseios da categoria. "A greve continua, infelizmente ainda não chegou ao fim".

Os próximos passos do movimento, além da apresentação da contraproposta, ainda são decididos pelo comando de greve, que permanece reunido no estacionamento da AL-BA.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247