Professores protestam contra Paulo Garcia e fecham a BR

Servidores da educação municipal interditaram a pista da BR-153, próximo ao Paço Municipal, sentido Anápolis, depois não serem recebidos na sede da prefeitura para negociar sobre a greve que já dura um mês; professores e líderes do sindicato Simsed deixaram o Paço e se encaminharam rumo à rodovia, colocando fogo em pneus e impedindo o trânsito no local

Servidores da educação municipal interditaram a pista da BR-153, próximo ao Paço Municipal, sentido Anápolis, depois não serem recebidos na sede da prefeitura para negociar sobre a greve que já dura um mês; professores e líderes do sindicato Simsed deixaram o Paço e se encaminharam rumo à rodovia, colocando fogo em pneus e impedindo o trânsito no local
Servidores da educação municipal interditaram a pista da BR-153, próximo ao Paço Municipal, sentido Anápolis, depois não serem recebidos na sede da prefeitura para negociar sobre a greve que já dura um mês; professores e líderes do sindicato Simsed deixaram o Paço e se encaminharam rumo à rodovia, colocando fogo em pneus e impedindo o trânsito no local (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - Servidores da educação municipal interditaram a pista da BR-153, próximo ao Paço Municipal, sentido Anápolis, depois não serem recebidos na sede da prefeitura para negociar sobre a greve que já dura um mês. Os professores e líderes do sindicato Simsed deixaram o Paço e se encaminharam rumo à rodovia.

Os grevistas atearam fogo em pneus e deitaram no chão em protesto contra o prefeito Paulo Garcia. O petista é acusado de não receber a categoria para diálogo. O congestionamento no local é grande e o trânsito está completamente parado. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247