Protesto contra o governo movimenta orla de Maceió

Contando com o apoio do PSDB, os manifestantes pedem o impeachment de Dilma e a apuração de irregularidades na última eleição presidencial; de acordo com o líder do ato, Alessandro Gusmão, o objetivo é que sejam levadas à frente as investigações quanto ao suposto uso de dinheiro vindo de paraísos fiscais

Contando com o apoio do PSDB, os manifestantes pedem o impeachment de Dilma e a apuração de irregularidades na última eleição presidencial; de acordo com o líder do ato, Alessandro Gusmão, o objetivo é que sejam levadas à frente as investigações quanto ao suposto uso de dinheiro vindo de paraísos fiscais
Contando com o apoio do PSDB, os manifestantes pedem o impeachment de Dilma e a apuração de irregularidades na última eleição presidencial; de acordo com o líder do ato, Alessandro Gusmão, o objetivo é que sejam levadas à frente as investigações quanto ao suposto uso de dinheiro vindo de paraísos fiscais (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - O protesto contra a corrupção e o governo federal começou por volta das 11h na orla de Maceió neste domingo, em uma caminhada que deve ir do Corredor Vera Arruda, no bairro da Jatiúca, até o Alagoinhas, na Ponta Verde. Além da capital, o movimento acontece ainda em Arapiraca e outras duas cidades.

Contando com o apoio do PSDB, os manifestantes pedem o impeachment de Dilma e a apuração de irregularidades na última eleição presidencial, realizada em outubro de 2014. De acordo com o líder do ato, Alessandro Gusmão, o objetivo é que sejam levadas à frente as investigações quanto ao suposto uso de dinheiro vindo de paraísos fiscais.

Além disso, eles pedem o fortalecimento de instituições como a Justiça Federal e o Ministério Público Federal (MPF). "Queremos o fortalecimento das instituições que estão lavando a alma do povo brasileiro. Demonstramos apoio a elas e queremos que continuem a apuração das irregularidades", diz.

Ele destaca que entre três e quatro milhões de pessoas devem participar das caminhadas em todo o Brasil - 400 municípios já confirmaram a realização. No anterior, que aconteceu no dia 15 de abril, foram 190 cidades. Essa é a terceira grande manifestação contra a Presidência realizada no País.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email