PSB-PE defende Bezerra

Em nota paga publicada nesta segunda nos jornais pernambucanos, os socialistas conterrneos do ministro da Integrao Nacional classificam como falsas notcias e meias verdades a enxurrada de denncias de favorecimento poltico a Pernambuco. No comunicado, Bezerra ainda exaltado como um dos principais quadros da legenda, que sempre teria se pautado pela tica.

PSB-PE defende Bezerra
PSB-PE defende Bezerra (Foto: Valter Campanato/ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Gilberto Prazeres_PE247 – A Executiva pernambucana do PSB publicou, nesta segunda-feira (9), uma nota paga nos jornais do Estado em defesa do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra. No texto, os socialistas rechaçam a enxurrada de denúncias contra o correligionário, que se acumulam desde que tornou-se público o fato de Pernambuco ter recebido, em 2011, a maior parte dos recursos destinados às ações antienchente da pasta. Em seu comunicado, o PSB classifica como “falsas notícias” e “meias verdades” as acusações de favorecimento político endereçadas a Fernando Bezerra.

“Estranhamente, a mídia deixa de mencionar que os recursos liberados para Pernambuco correspondem a menos de 10% dos R$ 366 milhões disponíveis para prevenção de enchentes no orçamento do ministério para 2011, e que um montante quatro vezes maior que os R$ 25 milhões destinados ao Estado deixou de ser usado por falta de projetos”, diz a nota, que descreve Fernando Bezerra Coelho como um dos “filiados mais atuantes e capacitados” do PSB.

Em tom de cobrança ao noticiário político, o comunicado do PSB-PE afirma que detalhes que permearam a liberação dos recursos da Integração Nacional a Pernambuco, como o fato de o envio desses recursos não ter sofrido nenhum questionamento dos órgãos de controle. “ (A mídia) também esquece de apurar que a liberação das referidas verbas seguiu todos os trâmites legais, da elaboração dos projetos à licitação, não tendo sido feito nenhum reparo pelos órgãos de controle”, destaca a nota.

No texto dos socialistas pernambucanos é ressaltado que, além de Pernambuco, o Estado de Alagoas também será beneficiado pela construção das cinco barragens projetadas para combater as enchentes na região da Mata Sul dos dois entes. “A denúncia de favorecimento a Pernambuco na liberação das verbas destinadas à prevenção de enchentes, por exemplo, esquece de citar que o projeto de construção de cinco barragens na bacia do Rio Uma beneficia, além de Pernambuco, o Estado de Alagoas”, pontua a nota.

Por fim, o PSB repudia as críticas de que faltara ética ao ministro e reforça o seu “orgulho” de ter Fernando Bezerra Coelho em seus quadros. “O PSB repudia também a tentativa, de quem quer que seja, de acusar o ministro Fernando Bezerra Coelho de agir contrário aos princípios da ética e da democracia. Princípios esses que sempre pautaram a vida deste homem público, que muito nos orgulha de tê-lo entre os nossos quadros”, conclui o comunicado.

Desde a série de denúncias contra o ministro Fernando Bezerra Coelho foi iniciada, o PSB, comandado nacional pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, tem defendido ferrenhamente o auxiliar da presidente Dilma Rousseff (PT). Os socialistas tem tocado na tecla, de forma exaustiva, que a liberação dos questionados recursos foram acordados, no ano passado, entre Eduardo e Dilma.

Outro ponto que, vez por outra, é destacado pelos filiados do PSB é o de que Pernambuco só conseguiu conquistar a maior fatia dos recursos antienchentes do Governo Federal porque conseguiu elaborar, em tempo hábil, os projetos necessários para a realização dessas obras, além de conseguir os licenciamentos também necessários.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email