PSTU rompe com Heloísa Helena após união com PSDB

O motivo do rompimento seria a aliança "branca" da candidata ao Senado com o PSDB do governador Teotonio Vilela e com os usineiros de Alagoas; em nota, o PSTU questiona inclusive as fotos de HH, abraçada com o candidato ao governo dos tucanos, Júlio Cezar, divulgadas amplamente pelas redes sociais, em poses onde ambos comemoram o feito político

O motivo do rompimento seria a aliança "branca" da candidata ao Senado com o PSDB do governador Teotonio Vilela e com os usineiros de Alagoas; em nota, o PSTU questiona inclusive as fotos de HH, abraçada com o candidato ao governo dos tucanos, Júlio Cezar, divulgadas amplamente pelas redes sociais, em poses onde ambos comemoram o feito político
O motivo do rompimento seria a aliança "branca" da candidata ao Senado com o PSDB do governador Teotonio Vilela e com os usineiros de Alagoas; em nota, o PSTU questiona inclusive as fotos de HH, abraçada com o candidato ao governo dos tucanos, Júlio Cezar, divulgadas amplamente pelas redes sociais, em poses onde ambos comemoram o feito político (Foto: Leonardo Lucena)

GazetaWeb.com - O PSTU rompeu com a candidatura de Heloísa Helena (PSOL), para o Senado, devido a aliança branca da candidata com o PSDB do governador Teotonio Vilela e com os usineiros de Alagoas. Em nota divulgada neste sábado (30) o PSTU, que integra a Frente de Esquerda em Alagoas, questiona inclusive as fotos de HH, abraçada com o candidato ao governo dos tucanos, Júlio Cezar, divulgadas amplamente pelas redes sociais, em poses onde ambos comemoram o feito político.

Na carta, além de expor fatos ocorridos ao longo da semana envolvendo a candidata, o PSTU se mostra indignado por não ter ouvido nenhum desmentido da candidata sobre o acordo com o governo Teotonio Vilela. Em função disso, informa que estará se retirando da campanha para o Senado até que ela reveja as alianças e desfaça os acordos firmados com as "figuras da política alagoana historicamente alinhadas aos usineiros".

"Heloísa Helena está rompendo com a Frente de Esquerda e com tudo aquilo que serviu de base para a sua construção. Abraça os setores reacionários do estado em nome de um projeto particular, abandonando um projeto coletivo extremamente importante para Alagoas. Abre mão da independência política tão cara à Frente. Heloísa rompe até mesmo com definições estabelecidas dentro de seu próprio partido. Quem será seu candidato a governador? Júlio César (PSDB) ou Mário Agra (PSOL)? Em quem votará para presidente? Em Luciana Genro (Psol) ou em Marina Silva (PSB)?", questiona o PSTU na carta.

Além de Júlio Cezar, nomes como o do ex-secretário de Estado da Educação, Adriano Soares, do candidato a vice-governador Alexandre Toledo (PSB), e do próprio governador Teotonio Vilela são citados na carta pelo PSTU, como os representantes da elite que declararam apoios à candidata sem que esta, sequer, os negassem.

"O que houve foram demonstrações públicas de afeto e compromisso frente a este apoio, com foto divulgada em redes sociais, onde Heloísa está de braços dados com Júlio César, candidato a governo do PSDB", diz o documento enviado à imprensa.

Ao final da carta, o PSTU deixa claro que trabalhará somente pela candidatura de Mário Agra (PSOL) a governador, até que Heloísa Helena desfaça os acordos com o PSDB.

"Por tudo isto, declaramos que nos retiramos da campanha de Heloísa Helena para o Senado até que ela reveja estas posições e desfaça estes acordos com o PSDB. De outra forma, não faremos mais campanha para sua candidatura ao Senado, porque estas alianças rompem o acordo que fizemos na Frente de Esquerda. O PSTU seguirá construindo a candidatura de Mário Agra neste momento. Seguiremos na Frente de Esquerda e respeitando suas definições: Heloísa Helena e o PSOL farão o mesmo?", diz a carta divulgada pelo PSTU.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247