PT faz reunião de emergência em SP

Os principais dirigentes do PT desembarcaram em São Paulo para uma reunião de emergência no Instituto Lula por causa da possibilidade de prisão dele, que pode acontecer a qualquer momento; a ideia é formar um cordão humano em torno da casa de Lula; "O recado que temos que dar é o seguinte: para prender o Lula, tem que prender milhares. A gente tem que formar um cordão humano em defesa do ex-presidente Lula", afirmou o senador Lindbergh Farias (PT-RS)

Os principais dirigentes do PT desembarcaram em São Paulo para uma reunião de emergência no Instituto Lula por causa da possibilidade de prisão dele, que pode acontecer a qualquer momento; a ideia é formar um cordão humano em torno da casa de Lula; "O recado que temos que dar é o seguinte: para prender o Lula, tem que prender milhares. A gente tem que formar um cordão humano em defesa do ex-presidente Lula", afirmou o senador Lindbergh Farias (PT-RS)
Os principais dirigentes do PT desembarcaram em São Paulo para uma reunião de emergência no Instituto Lula por causa da possibilidade de prisão dele, que pode acontecer a qualquer momento; a ideia é formar um cordão humano em torno da casa de Lula; "O recado que temos que dar é o seguinte: para prender o Lula, tem que prender milhares. A gente tem que formar um cordão humano em defesa do ex-presidente Lula", afirmou o senador Lindbergh Farias (PT-RS) (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - Os principais dirigentes do PT desembarcaram na manhã desta quinta (5) em São Paulo para uma reunião de emergência no Instituto Lula por causa da possibilidade de prisão dele, que pode acontecer a qualquer momento.

Segundo relato da colunista Mônica Bergamo, a ideia é formar um cordão humano em torno da casa de Lula.

No Facebook, o senador Lindbergh Farias (PT-RS) convocou caravanas de militantes de todo o país para se dirigirem a São Bernardo do Campo, para uma concentração em solidariedade a ele.

"Temos que acreditar na nossa militância. Vamos para São bernardo. O recado que temos que dar é o seguinte: para prender o Lula, tem que prender milhares. A gente tem que formar um cordão humano em defesa do ex-presidente Lula", afirmou o parlamentar. "A grande questão é: se vamos estar com Lula ou não. Se vamos priorizar as ruas, as mobilizações ou vamos continuar tendo ilusões no Poder Judiciário. Você que defende a democracia brasileira dê um jeito. Vamos a São Bernardo".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247