Rebelo: Jornalistas da Globo destilam “ódio e preconceito”

Ex-ministro dos governos Lula e Dilma, o alagoano Aldo Rebelo (PCdoB) usou as redes sociais para se posicionar sobre os supostos ataques que a jornalista Miriam Leitão teria sofrido, durante um voo, de militantes do PT; Aldo disse que o ataque a Miriam até seria lamentável, mas que ela e o jornalista Merval Pereira destilam diariamente “ódio e preconceito” além de “fazerem mal ao convívio democrático”

Ex-ministro dos governos Lula e Dilma, o alagoano Aldo Rebelo (PCdoB) usou as redes sociais para se posicionar sobre os supostos ataques que a jornalista Miriam Leitão teria sofrido, durante um voo, de militantes do PT; Aldo disse que o ataque a Miriam até seria lamentável, mas que ela e o jornalista Merval Pereira destilam diariamente “ódio e preconceito” além de “fazerem mal ao convívio democrático”
Ex-ministro dos governos Lula e Dilma, o alagoano Aldo Rebelo (PCdoB) usou as redes sociais para se posicionar sobre os supostos ataques que a jornalista Miriam Leitão teria sofrido, durante um voo, de militantes do PT; Aldo disse que o ataque a Miriam até seria lamentável, mas que ela e o jornalista Merval Pereira destilam diariamente “ódio e preconceito” além de “fazerem mal ao convívio democrático” (Foto: Voney Malta)

Por coluna Labafero/cadaminuto.com.br - O ex-ministro alagoano Aldo Rebelo, do PC do B, resolveu se manifestar em suas redes sociais sobre os ataques que a jornalista Miriam Leitão recebeu de delegados do PT em um vôo que ia de Brasília a São Paulo.

As manifestações do político, natural de Viçosa, passaram longe de ser uma mensagem de apoio. Pelo contrário. Aldo disse que o ataque a Miriam até seria lamentável, mas que ela e o jornalista Merval Pereira destilam diariamente “ódio e preconceito” além de “fazerem mal ao convivio democrático”

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247