Renan anuncia mudança no comando da Saúde

O governador Renan Filho (PMDB) anunciou a saída da secretária de Saúde, Rosângela Wyszomirska, do comando do órgão; o chefe do Executivo estadual disse que vai conversar com ela ainda nesta segunda; o novo gestor não foi anunciado; Renan, porém, não explicou os motivos da troca na secretaria; "Nos próximos dias haverá mudança na Saúde. Mas, desde já quero reforçar o grande trabalho desempenhado por Rosângela à frente da secretaria. Foi uma grande gestora, pessoa decente, experiente e qualificada. Fez um excelente trabalho", disse Renan Filho

renan filho
renan filho (Foto: Leonardo Lucena)

Por Larissa Bastos e Jobison Barros, Gazetaweb - O governador Renan Filho (PMDB) anunciou, nesta segunda-feira (30), a saída da secretária de Saúde, Rosângela Wyszomirska, do comando do órgão. O chefe do Executivo estadual disse que vai conversar com ela ainda nesta segunda. O novo gestor não foi anunciado.

Renan, porém, não explicou os motivos da troca na secretaria. O governador esclareceu, apenas, que o assunto foi tratado com o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias. De acordo com ele, a mudança ainda será conversada com a atual secretária de Estado da Saúde. 

"Nos próximos dias haverá mudança na Saúde. Mas, desde já quero reforçar o grande trabalho desempenhado por Rosângela à frente da secretaria. Foi uma grande gestora, pessoa decente, experiente e qualificada. Fez um excelente trabalho", disse Renan Filho.

Concursos

Durante a inauguração da 1ª Gerência Regional de Educação, o governador anunciou ainda que até o final do primeiro semestre sai edital dos concursos para a área e também a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros. Também há uma previsão para a Secretaria da Fazenda, de acordo com ele, mas sem previsão. 

O projeto relacionado ao edital da Educação e da PM está na Secretaria de Planejamento. Já sobre a reserva técnica da Polícia Civil, ele disse que ela será convocada, mas só depois que todos os novos aprovados no certame da Polícia Militar forem chamados. 

Viatura

Renan Filho também comentou a viatura incendiada na cidade de Joaquim Gomes, garantindo que o crime foi cometido por membros de facção. "Eles foram localizados, identificados e presos. Não vamos negociar com facções. Quando se tenta negociar a situação fica mais difícil", disse.

AMA

Sobre a eleição na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), o governador disse que a eleição vem sendo construída há algum tempo no órgão e que ele mesmo colaborou para que o presidente que será aclamado construísse esse consenso. "A AMA defende a causa dos municípios e ali não cabe repatriação porque a causa é a mesma", comenta.

Gerência

O governador visitou, nesta segunda, a 1ª Gerência Regional de Educação, na Pajuçara. Segundo ele, trata-se de um prédio centenário que passou por uma ampla reforma. "O papel desempenhado pela gerência é importantíssimo. E claro não podemos deixar de mencionar a os servidores que fazem acontecer a Educação". 

Renan lembrou que este ano acontece o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e que vai "trabalhar para que os alunos estejam preparados". Sobre as escolas em tempo integral, ele disse que quando assumiu não havia nenhuma e hoje há 34, com mais de 6 mil alunos. "A meta para o próximo ano é começar com 50 escolas e 15 mil alunos".

 
 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247