Renan: Temer quer tatuar deputados do PMDB com a marca da pressão

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Congresso Nacional, postou novo vídeo em que critica Michel Temer pela pressão exercida contra deputados para que votem contra a denúncia em que é acusado de corrupção em razão das propinas da JBS; "O PMDB nunca fechou questão e foi isso que garantiu sua sobrevivência"; segundo Renan, Temer aprofunda as dificuldades do País; confira

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Congresso Nacional, postou novo vídeo em que critica Michel Temer pela pressão exercida contra deputados para que votem contra a denúncia em que é acusado de corrupção em razão das propinas da JBS; "O PMDB nunca fechou questão e foi isso que garantiu sua sobrevivência"; segundo Renan, Temer aprofunda as dificuldades do País; confira
O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Congresso Nacional, postou novo vídeo em que critica Michel Temer pela pressão exercida contra deputados para que votem contra a denúncia em que é acusado de corrupção em razão das propinas da JBS; "O PMDB nunca fechou questão e foi isso que garantiu sua sobrevivência"; segundo Renan, Temer aprofunda as dificuldades do País; confira (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 – O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Congresso Nacional, postou novo vídeo em que critica Michel Temer pela pressão exercida contra deputados para que votem contra a denúncia em que é acusado de corrupção em razão das propinas da JBS.

"O PMDB nunca fechou questão e foi isso que garantiu sua sobrevivência."

Segundo Renan, Temer aprofunda as dificuldades do País.

Confira acima.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247