Rocha recusou comando da Setur porque não teve pedido atendido

O deputado federal José Rocha (PR) não aceitou assumir a Secretaria de Turismo do Estado (Setur) por que o governador Rui Costa lhe negou o pedido para que a área de esporte fosse integrada à pasta; atualmente, a área faz parte da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre); com a nova recusa de Rocha, ganha força novamente o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA), José Alves; além dele, estão no páreo Benedito Braga, e Roberto Perez, indicação do deputado Jonga Bacelar

O deputado federal José Rocha (PR) não aceitou assumir a Secretaria de Turismo do Estado (Setur) por que o governador Rui Costa lhe negou o pedido para que a área de esporte fosse integrada à pasta; atualmente, a área faz parte da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre); com a nova recusa de Rocha, ganha força novamente o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA), José Alves; além dele, estão no páreo Benedito Braga, e Roberto Perez, indicação do deputado Jonga Bacelar
O deputado federal José Rocha (PR) não aceitou assumir a Secretaria de Turismo do Estado (Setur) por que o governador Rui Costa lhe negou o pedido para que a área de esporte fosse integrada à pasta; atualmente, a área faz parte da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre); com a nova recusa de Rocha, ganha força novamente o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA), José Alves; além dele, estão no páreo Benedito Braga, e Roberto Perez, indicação do deputado Jonga Bacelar (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O deputado federal José Rocha (PR) não aceitou assumir a Secretaria de Turismo do Estado (Setur) por que o governador Rui Costa lhe negou o pedido para que a área de esporte fosse integrada à pasta. Atualmente, a área faz parte da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Presidente do PR na Bahia, o deputado federal José Carçlos Araújo explica o imbróglio. "Zé Rocha hesitou no primeiro momento por causa de sua ligação forte com a área do esporte. Mas aí a gente fez um apelo e ele acabou concordado em ir para a Setur, só que com a condição de integrar a área do esporte à pasta. O governador não aceitou. Ele argumentou que se fizesse isso, teria que mexer na composição do secretariado com outros partidos da base aliada. O trabalho ia ser maior para o governador. E estamos em ano eleitoral...", diz Araújo.

José Carlos Araújo diz também que Rui Costa não estipulou prazo para anunciar sua decisão. Mas ele tem expectativa de que o anúncio do substituto do secretário Nelson Pelegrino (PT) saia até o início da próxima semana.

Com a nova recusa de José Rocha, ganha força novamente o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA), José Alves, que já era dado como certo, mas saiu do páreo após o primeiro recuo do deputado. Além de Alves, estão no páreo Benedito Braga (indicado de Rocha e Araújo), e Roberto Perez, indicação do deputado Jonga Bacelar.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247