Rui avisa que não vai antecipar o debate eleitoral

O recado dado pelo governador Rui Costa foi claro: até 15 de agosto, data limite para os partidos registrarem no TSE os candidatos no pleito, não vai entrar em confrontos com os seus adversários; Rui também afirmou que não tem preferência por um nome específico para integrar a sua chapa; ressaltou ainda que os correligionários devem colocar “o desejo legítimo um degrau abaixo da necessidade coletiva da união”

Rui Costa
Rui Costa (Foto: Voney Malta)

Bahia 247 – O governador Rui Costa deu o seu recado em alto e bom som: até o dia 15 de agosto, data limite para os partidos registrarem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os candidatos no pleito, não vai entrar em confrontos com os seus adversários. No entanto, ele garantiu que estará presente em todos os debates promovidos pelas emissoras de TV e rádio.

O governador também afirmou que não tem preferência por um nome específico para integrar a sua chapa majoritária. No entanto, fez questão de ressaltar que os correligionários devem colocar “o desejo legítimo um degrau abaixo da necessidade coletiva da união”. Ele já disse, porém, que o PP, do vice-governador João Leão, o PSD, do senador Otto Alencar, e o seu partido, o PT, devem ter prioridade na montagem da chapa.

O problema é que o PSB, da senadora Lídice da Mata, e o PCdoB também querem estar presentes na composição, que só tem quatro vagas. Especula-se que, se o pleito fosse hoje, a chapa seria Rui Costa na cabeça da chapa, João Leão, como vice, e os candidatos à Casa Alta do Congresso seriam o ex-governador Jaques Wagner (PT) e o mandatário da Alba, Angelo Coronel, segundo  Rodrigo Daniel Silva, no Tribuna da Bahia (leia aqui).

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247