Salvador tem um dos piores trânsitos do mundo

A capital baiana tem o 2º pior trânsito do Brasil, o 4º da América do Sul e 28º pior do mundo; o motorista soteropolitano passa em media 40 minutos por dia de tempo extra em engarrafamentos, o que totaliza 152 horas no trânsito por ano; pela manhã, o pior dia é segunda-feira; à tarde, o trânsito piora mais nas sextas-feiras; em 2016, o dia que registrou o maior congestionamento foi 8 de junho, uma quarta-feira

A capital baiana tem o 2º pior trânsito do Brasil, o 4º da América do Sul e 28º pior do mundo; o motorista soteropolitano passa em media 40 minutos por dia de tempo extra em engarrafamentos, o que totaliza 152 horas no trânsito por ano; pela manhã, o pior dia é segunda-feira; à tarde, o trânsito piora mais nas sextas-feiras; em 2016, o dia que registrou o maior congestionamento foi 8 de junho, uma quarta-feira
A capital baiana tem o 2º pior trânsito do Brasil, o 4º da América do Sul e 28º pior do mundo; o motorista soteropolitano passa em media 40 minutos por dia de tempo extra em engarrafamentos, o que totaliza 152 horas no trânsito por ano; pela manhã, o pior dia é segunda-feira; à tarde, o trânsito piora mais nas sextas-feiras; em 2016, o dia que registrou o maior congestionamento foi 8 de junho, uma quarta-feira (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Na capital baiana, o motorista passa em media 40 minutos por dia de tempo extra em engarrafamentos, o que totaliza 152 horas no trânsito por ano. Pela manhã, o pior dia é segunda-feira. À tarde, o trânsito piora mais nas sextas-feiras.

Em 2016, o dia que registrou o maior congestionamento foi 8 de junho, uma quarta-feira.

Mas há um consolo: o trânsito da capital baiana já foi pior. Os motoristas perdiam mais tempo no trânsito em 2014 do que no ano passado. Em relação ao ranking do ano passado (medição 2015), a cidade mostrou queda de 3% de tempo em congestionamentos.

Depois de Salvador aparecem Recife (37%), Fortaleza (35%) e São Paulo (30%). No ranking global Salvador se situa na 28ª pior posição, logo à frente de Roma, capital da Itália.

Rio de Janeiro é a cidade mais congestionada do Brasil. O carioca pode preparar-se para passar em média 47% mais tempo parados no trânsito, a qualquer hora do dia, e até 81% a mais nos períodos de pico no final do dia em comparação a uma situação de fluxo livre, ou sem congestionamentos – acrescentando até 164 horas a mais de viagem por ano.

Os dados são do TomTom Traffic Index, que avalia a situação do congestionamento de trânsito em 390 cidades de 48 países em 6 continentes – de Roma ao Rio de Janeiro, de Cingapura a São Francisco. São 14 trilhões de pontos de dados, acumulados durante nove anos.

O congestionamento de trânsito aumentou aproximadamente 13% no mundo desde 2008. Mas, há diferenças surpreendentes entre os continentes. Enquanto os congestionamentos na América do Norte aumentaram em 17%, na Europa eles cresceram apenas 2%.

O fato pode estar relacionado ao crescimento econômico na América do Norte e à depressão econômica no restante da Europa.

Os dados europeus podem ser fortemente influenciados pelos países do sul da Europa como Itália (-7%) e Espanha (-13%), onde ocorreram reduções marcantes nos congestionamentos de trânsito nos últimos oito anos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247