Seca: governo decreta emergência em municípios

O governo de Alagoas decretou situação de emergência em 36 municípios por conta da estiagem; decreto está publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (15) e tem validade de 180 dias

O governo de Alagoas decretou situação de emergência em 36 municípios por conta da estiagem; decreto está publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (15) e tem validade de 180 dias
O governo de Alagoas decretou situação de emergência em 36 municípios por conta da estiagem; decreto está publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (15) e tem validade de 180 dias (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O governo do Estado decretou situação de emergência, por 180 dias, em 36 municípios alagoanos, devido à seca e às consequências causadas pela falta de chuvas, em especial nas zonas rurais. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (15).

Na publicação, o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) considera a falta de chuva que vem afetando os municípios do semiárido alagoano e, consequentemente, provocando a queda do nível de rios e riachos, o que causa impactos nas atividades da agricultura e da agropecuária.

As cidades que tiveram a situação de emergência decretada foram Água Branca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Craíbas, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Inhapi, Igaci, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Izidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho D'Água das Flores, Olho D'Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Quebrangulo, Santana do Ipanema, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira e Traipu.

Conforme o decreto, os órgãos estaduais situados nas áreas atingidas adotarão as medidas necessárias para o combate à situação de emergência em conjunto com órgãos municipais

Com gazetaweb.com

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247