Secretaria de Segurança firma convênio com a UFPI

O secretário Estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, e o reitor da Universidade Federal do Piauí, José de Arimatéia Dantas Lopes, assinaram um convênio que vai possibilitar uma reestruturação do departamento científico por meio da troca no uso de tecnologias entre as duas instituições e conhecimento por parte dos alunos; com assinatura do parceria, a Secretaria de Segurança irá contar com todo o equipamento existente nos laboratórios da UFPI; em contrapartida, os estudantes da área de saúde receberão cadáveres para as aulas práticas e poderão realizar estágios no Departamento de Polícia Técnico Científica

O secretário Estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, e o reitor da Universidade Federal do Piauí, José de Arimatéia Dantas Lopes, assinaram um convênio que vai possibilitar uma reestruturação do departamento científico por meio da troca no uso de tecnologias entre as duas instituições e conhecimento por parte dos alunos; com assinatura do parceria, a Secretaria de Segurança irá contar com todo o equipamento existente nos laboratórios da UFPI; em contrapartida, os estudantes da área de saúde receberão cadáveres para as aulas práticas e poderão realizar estágios no Departamento de Polícia Técnico Científica
O secretário Estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, e o reitor da Universidade Federal do Piauí, José de Arimatéia Dantas Lopes, assinaram um convênio que vai possibilitar uma reestruturação do departamento científico por meio da troca no uso de tecnologias entre as duas instituições e conhecimento por parte dos alunos; com assinatura do parceria, a Secretaria de Segurança irá contar com todo o equipamento existente nos laboratórios da UFPI; em contrapartida, os estudantes da área de saúde receberão cadáveres para as aulas práticas e poderão realizar estágios no Departamento de Polícia Técnico Científica (Foto: Leonardo Lucena)

O secretário Estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, e o reitor da Universidade Federal do Piauí, José de Arimatéia Dantas Lopes, assinaram nesta quarta-feira (14), um convênio que vai possibilitar uma reestruturação do departamento científico por meio da troca no uso de tecnologias entre as duas instituições e conhecimento por parte dos alunos.

Com assinatura do parceria, a Secretaria de Segurança irá contar com todo o equipamento existente nos laboratórios da UFPI. Em contrapartida, os estudantes da área de saúde receberão cadáveres para as aulas práticas e poderão realizar estágios no Departamento de Polícia Técnico Científica.

“A parceria é considerada um avanço nos esforços que estão sendo feitos para reestruturar o departamento científico da Secretaria de Segurança. Esse convênio vai nos ajudar atender os questionamentos das solicitações judiciais. Em troca, poderemos solicitar o apoio estrutural nas análises técnicas da Universidade Federal para melhor apuração dos casos”, disse o secretário Fábio Abreu.

O reitor da Universidade Federal do Piauí, José de Arimatéia Dantas Lopes, afirmou que a parceria vai possibilitar uma troca de equipamentos e conhecimentos por parte de profissionais da Secretaria de Segurança e dos alunos que fazem parte dos cursos de Medicina. “Nós já iremos receber os primeiros cadáveres que serão enviados para os Campus de Teresina, Parnaíba e Picos. É uma colaboração bastante positiva, que vai colocar todo o equipamento e as dependências do Departamento de Polícia Técnico Cientifica a nossa disposição e em troca, nossos laboratórios estarão a disponíveis para otimizar o trabalho de investigação e perícia para que assim, possam obter êxito nas ocorrências”, explicou.

Já o coordenador do Departamento de Polícia Técnico Cientifica, Antônio Nunes, confirmou que o convênio deve atender todo os campus da UFPI e diminuir a demanda de cadáveres que não possuem identificação. “Os cadáveres deverão ajudar os alunos nas aulas práticas, além de que a parceria vai propiciar a contratação de estagiários nas área de Química, Física, Odontologia e Engenharia Civil. Sem esquecer que todo esse processo conta com a participação de professores qualificados que estarão nos ajudando a desvendar casos”, relatou.

Fonte: Ascom Segurança

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247