Secretários de Pimentel deixam cargos para disputar eleições

Seis titulares de pastas do primeiro escalão e dois dirigentes de estatais do governo Fernando Pimentel devem deixar os cargos nesta quarta-feira (31); apesar de o prazo exigido pela Justiça Eleitoral para desincompatibilização terminar em abril, o chefe do executivo estadual antecipou a saída dos nomeados para exigir dos que ficarem dedicação integral; entre os secretários que sairão para concorrer está o da Educação, Macaé Evaristo (PT), que tentará pela primeira vez disputar o cargo na Assembleia Legislativa

Seis titulares de pastas do primeiro escalão e dois dirigentes de estatais do governo Fernando Pimentel devem deixar os cargos nesta quarta-feira (31); apesar de o prazo exigido pela Justiça Eleitoral para desincompatibilização terminar em abril, o chefe do executivo estadual antecipou a saída dos nomeados para exigir dos que ficarem dedicação integral; entre os secretários que sairão para concorrer está o da Educação, Macaé Evaristo (PT), que tentará pela primeira vez disputar o cargo na Assembleia Legislativa
Seis titulares de pastas do primeiro escalão e dois dirigentes de estatais do governo Fernando Pimentel devem deixar os cargos nesta quarta-feira (31); apesar de o prazo exigido pela Justiça Eleitoral para desincompatibilização terminar em abril, o chefe do executivo estadual antecipou a saída dos nomeados para exigir dos que ficarem dedicação integral; entre os secretários que sairão para concorrer está o da Educação, Macaé Evaristo (PT), que tentará pela primeira vez disputar o cargo na Assembleia Legislativa (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Seis titulares de pastas do primeiro escalão e dois dirigentes de estatais do governo Fernando Pimentel devem deixar os cargos nesta quarta-feira (31). Apesar de o prazo exigido pela Justiça Eleitoral para desincompatibilização terminar em abril, o chefe do executivo estadual antecipou a saída dos nomeados para exigir dos que ficarem dedicação integral. 

O secretário da Educação, Macaé Evaristo (PT), tentará pela primeira vez disputar uma vaga na Assembleia Legislativa. Também deixam os cargos os deputados estaduais licenciados Sávio Souza Cruz (MDB), da Saúde, e Ricardo Faria (PCdoB), de Turismo, que retornam à Assembleia. 

Os titulares de Desenvolvimento Agrário, professor Neivaldo (PT), e do Desenvolvimento Integrado e dos Fóruns Regionais, Wadson Ribeiro, do PCdoB, também disputarão uma vaga no Legislativo estadual.

Nilmário Miranda (PT), secretário de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, tentará a eleição para deputado federal.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247