Segurança no Carnaval terá 31 mil policiais em PE

A segurança do carnaval em Pernambuco contará com 31.213 policiais militares, civis e bombeiros, efetivo que será lançado entre a sexta-feira (24) e o dia 5 de março; dois helicópteros ajudarão na segurança; também estará em funcionamento o Centro de Operações do carnaval, que atuará em tempo real e integral; de acordo com o secretário de Defesa Social, Angelo Fernandes Gioia, "proporcionalmente, teremos mais policiamento, uma vez que diversas cidades, a exemplo de São Lourenço da Mata e Carpina, cancelaram os festejos por falta de recursos financeiros"

A segurança do carnaval em Pernambuco contará com 31.213 policiais militares, civis e bombeiros, efetivo que será lançado entre a sexta-feira (24) e o dia 5 de março; dois helicópteros ajudarão na segurança; também estará em funcionamento o Centro de Operações do carnaval, que atuará em tempo real e integral; de acordo com o secretário de Defesa Social, Angelo Fernandes Gioia, "proporcionalmente, teremos mais policiamento, uma vez que diversas cidades, a exemplo de São Lourenço da Mata e Carpina, cancelaram os festejos por falta de recursos financeiros"
A segurança do carnaval em Pernambuco contará com 31.213 policiais militares, civis e bombeiros, efetivo que será lançado entre a sexta-feira (24) e o dia 5 de março; dois helicópteros ajudarão na segurança; também estará em funcionamento o Centro de Operações do carnaval, que atuará em tempo real e integral; de acordo com o secretário de Defesa Social, Angelo Fernandes Gioia, "proporcionalmente, teremos mais policiamento, uma vez que diversas cidades, a exemplo de São Lourenço da Mata e Carpina, cancelaram os festejos por falta de recursos financeiros" (Foto: Leonardo Lucena)

Pernambuco 247 - A segurança do carnaval em Pernambuco contará com 31.213 policiais militares, civis e bombeiros, efetivo que será lançado entre a sexta-feira (24) e o dia 5 de março. Do total, 23.021 são da PM, 4.692 são da Polícia Civil, 2.892 do Corpo de Bombeiros, 443 da Polícia Científica, 118 da Corregedoria e 47 estão no Grupamento tático Aéreo (GTA). Dois helicópteros ajudarão a segurança. O esquema foi apresentado na manhã desta terça-feira (20), em coletiva de imprensa, na sede da Secretaria de Defesa Social (SDS), em Santo Amaro, na área central do Recife. O efetivo vai trabalhar na Região Metropolitana do Recife (RMR) e no Interior. 

Estará em funcionamento o Centro de Operações do carnaval, que atuará em tempo real e integral, junto com com diversos órgãos, como as Polícias Federal e Rodoviária Federal, Metrorec, Grande Recife Consórcio e Prefeitura do Recife. 

No Centro de Operações, a será possível visualizar as câmeras de videomonitoramento instaladas no Sítio Histórico de Olinda, no Recife Antigo e nas ruas do Centro. Os policiais receberão as imagens captadas por duas plataformas elevadas (cada uma com 14 câmeras, a uma altura de 15 metros) instaladas na Praça do Carmo e próxima ao Marco Zero.

De acordo com o secretário de Defesa Social, Angelo Fernandes Gioia, o efetivo lançado será 'bem próximo' ao de anos anteriores. "Proporcionalmente, teremos mais policiamento, uma vez que diversas cidades, a exemplo de São Lourenço da Mata e Carpina, cancelaram os festejos por falta de recursos financeiros", disse.

Na coletiva, Gioia mandou um recado aos foliões e para os policiais. "Brinquem com muita alegria e cultura de paz. E aqueles que tentarem a desordem terão uma resposta rápida e efetiva da nossa tropa, que, a despeito dos alardes feitos por uma minoria pregadora de um suposto caos, está bastante motivada", acrescentou.

O secretário-executivo de Defesa Social, João Luiz Caetano, afirmou que o efetivo é suficiente para garantir a seguranca do folião. "O planejamento foi feito com responsabilidade. Não vamos ter falta de policiamento. Temos certeza que o cidadão vai curtir a festa em paz, sem transtornos", afirmou.

Operação padrão

Representantes de associações de policiais militares fazem operação-padrão em Pernambuco desde dezembro, e se negam a fazer as jornadas extras de segurança. O governo puniu integrantes das entidades, que reclamaram da revisão dos salários e das condições de trabalho.

Policiais e bombeiros militares de Pernambuco terão aumentos entre 25% e 40%, reajuste publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (17), depois de sancionado pelo governador Paulo Câmara. Segundo o executivo, além de propor correções nos salários nos meses de maio de 2017 e abril e dezembro de 2018, a lei nivela os salários dos militares com a Polícia Civil. O reajuste vai gerar um impacto de R$ 303 milhões na folha de pagamento de 2017.

Profissionais das categoria, no entanto, têm demonstrado insatisfação com o percentual oferecido pelo estado e dizem os valores não atendem aos anseios da tropa.

O novo comandante da PM, coronel Vanildo Maranhão, que assumiu o cargo, nessa segunda-feira (20), garantiu que não faltaria policial para o carnaval de 2017. À imprensa, ele afirmou que a festa acontecerá dentro da normalidade no estado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247