Servidores de AL-MG terão reajuste salarial

Os servidores da Assembleia Legislativa de Minas Gerais terão um reajuste salarial de 4,57%, percentual estabelecido em projeto de lei publicado no Diário Legislativo, que determina o pagamento retroativo a 1º de abril de 2017; de acordo com a Mesa Diretora, o projeto atende à lei que determina revisão salarial em abril de todo ano; também foi concedido o índice da inflação acumulada entre abril de 2016 e de 2017

Os servidores da Assembleia Legislativa de Minas Gerais terão um reajuste salarial de 4,57%, percentual estabelecido em projeto de lei publicado no Diário Legislativo, que determina o pagamento retroativo a 1º de abril de 2017; de acordo com a Mesa Diretora, o projeto atende à lei que determina revisão salarial em abril de todo ano; também foi concedido o índice da inflação acumulada entre abril de 2016 e de 2017
Os servidores da Assembleia Legislativa de Minas Gerais terão um reajuste salarial de 4,57%, percentual estabelecido em projeto de lei publicado no Diário Legislativo, que determina o pagamento retroativo a 1º de abril de 2017; de acordo com a Mesa Diretora, o projeto atende à lei que determina revisão salarial em abril de todo ano; também foi concedido o índice da inflação acumulada entre abril de 2016 e de 2017 (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Os servidores da Assembleia Legislativa de Minas Gerais terão um reajuste salarial de 4,57%, percentual estabelecido em projeto de lei publicado no Diário Legislativo desta quarta-feira (24), que determina o pagamento retroativo a 1º de abril de 2017. De acordo com a Mesa Diretora, o projeto atende à lei que determina revisão salarial em abril de todo ano. Também foi concedido o índice da inflação acumulada entre abril de 2016 e de 2017. 

A Casa informou que seus gastos com pessoal estão em 1,65% da receita corrente líquida, dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. 

“Considerando que o projeto em epígrafe trata apenas de restabelecer o poder aquisitivo dos vencimentos dos servidores da Casa em virtude da defasagem decorrente do processo inflacionário, não configurando aumento real de salário, esperamos contar com o apoio dos nobres parlamentares à sua aprovação”, pede a Mesa. 

Também tramita na Assembleia um projeto que reajusta as remunerações dos servidores do Tribunal de Contas do Estado. Eles terão 6,29% retroativos a 1° de janeiro de 2017, de acordo com o texto.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247