Severino deixa Prefeitura com dívidas milionárias

Ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti volta a aprontar. Prefeito até o ano passado do município de João Alfredo, na zona da mata pernambucana, ele deixou a administração devendo o salário de funcionários, com débitos de R$ 2,69 milhões a fornecedores e sob denúncias de sucateamento de equipamentos públicos

Severino deixa Prefeitura com dívidas milionárias
Severino deixa Prefeitura com dívidas milionárias
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Ex-prefeito do município de João Alfredo, Zona da Mata pernambucana, Severino Cavalcanti (PP) deixou a prefeitura devendo o salário dos servidores referente ao mês de dezembro e sob denúncias de sucateamento de equipamentos públicos. Outro reflexo do descaso é que, de acordo com a atual prefeita, Maria Sebastiana (PSB), as dívidas com os fornecedores chegam a R$ 2,69 milhões, o que representa 6,3% do orçamento municipal de 2013. A Justiça bloqueou as contas da cidade.

Curiosamente, Severino Cavalcanti, ex-presidente da Câmara Federal, foi multado duas vezes pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) por ultrapassar o limite de 54% com o pagamento dos funcionários. Segundo levantamento do jornal Folha de S. Paulo, o ex-prefeito chegou a gastar 79% da receita municipal com despesas salariais.

"Havia indícios de que a prefeitura pagava fornecedores em detrimento dos funcionários", afirmou o promotor de Justiça Luiz Guilherme Lapenda, que também foi responsável por instaurar uma Ação Civil Pública no ano passado contra o ex-prefeito, acusado de participar do caso conhecido como "Mensalinho", em 2005.

Sobre o envolvimento de Severino Cavalcanti no esquema, as denúncias deram conta de que o ex-deputado teria cobrado propina a Sebastião Bueni, empresário de um restaurante, para que o estabelecimento continuasse funcionando.

Posteriormente, Cavalcanti renunciou ao mandato para disputar as eleições. No entanto, como a Lei da Ficha Limpa começou a vigorar a partir de 2010, a Justiça proibiu o ex-prefeito - que é ficha-suja até 2015 - de tentar a reeleição no ano passado. Vale ressaltar que a candidata apoiada pelo progressista, Anna Mendes (PSDB), perdeu no segundo turno para Maria Sebastiana (PTB).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email