Shows gratuitos apoiam luta de estudantes em SP

Artistas se reúnem na Virada Ocupação: apresentações a favor dos estudantes secundaristas que protestam, desde novembro, contra a proposta de reorganização escolar na rede de ensino do estado de São Paulo; depois que o governo Geraldo Alckmin revogou o remanejamento de profissionais da educação para a reorganização escolar, o evento ganhou ares de celebração e, segundo o coletivo Minha Sampa, responsável pela organização, está mantido; foram confirmados artistas como Tico Santa Cruz, Criolo (foto), Paulo Miklos, Arnaldo Antunes, Pitty, Maria Gadu e Chico César

Artistas se reúnem na Virada Ocupação: apresentações a favor dos estudantes secundaristas que protestam, desde novembro, contra a proposta de reorganização escolar na rede de ensino do estado de São Paulo; depois que o governo Geraldo Alckmin revogou o remanejamento de profissionais da educação para a reorganização escolar, o evento ganhou ares de celebração e, segundo o coletivo Minha Sampa, responsável pela organização, está mantido; foram confirmados artistas como Tico Santa Cruz, Criolo (foto), Paulo Miklos, Arnaldo Antunes, Pitty, Maria Gadu e Chico César
Artistas se reúnem na Virada Ocupação: apresentações a favor dos estudantes secundaristas que protestam, desde novembro, contra a proposta de reorganização escolar na rede de ensino do estado de São Paulo; depois que o governo Geraldo Alckmin revogou o remanejamento de profissionais da educação para a reorganização escolar, o evento ganhou ares de celebração e, segundo o coletivo Minha Sampa, responsável pela organização, está mantido; foram confirmados artistas como Tico Santa Cruz, Criolo (foto), Paulo Miklos, Arnaldo Antunes, Pitty, Maria Gadu e Chico César (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Rede Brasil Atual - Artistas se reúnem neste domingo na Virada Ocupação: apresentações a favor dos estudantes secundaristas que protestam, desde novembro, contra a proposta de reorganização escolar na rede de ensino do estado de São Paulo.

Depois que o governo do estado revogou, neste sábado (5), o Decreto 61.672, de 30 de novembro de 2015, que tratava do remanejamento de profissionais da educação para a reorganização escolar, o evento ganhou ares de celebração e, segundo o coletivo Minha Sampa, responsável pela organização, está mantido.

O público confere atrações desde as 14h. As apresentações são realizadas em um palco na cidade de São Paulo, cujo local foi divulgado pouco antes do início do evento, por meio de mensagens  enviadas a números cadastrados no site da organização, o Minha Sampa.

Há transmissão também pela internet (clique aqui para acompanhar ao vivo). Segundo a organização, alguns artistas não vão se apresentar no show aberto, mas em várias escolas ocupadas que recebem a Virada.

Estão confirmados shows de artistas como Criolo, Paulo Miklos, Edgar Scandurra, Arnaldo Antunes, Pitty, Clarice Falcão, Maria Gadu, Céu, Tiê, Chico César, Lucas Santtana e Anelis Assumpção.

Todo o evento foi organizado por voluntários: houve inscrição de mais de 800 artistas interessados em se apresentar, além de 700 produtores e 800 profissionais de comunicação interessados em fazer a cobertura colaborativa do evento. A iniciativa Minha Sampa tem o objetivo de realizar mobilizações para integrar a cidade de forma "inclusiva e sustentável".

A ideia de apoiar o movimento dos estudantes secundaristas, segundo a organização do coletivo, partiu do entendimento de "a construção de uma cidade mais inclusiva passa pelos investimentos necessários em educação, e que qualquer mudança nessa política pública essencial deve ser amplamente discutida com os pais, alunos e professores e beneficiar claramente a comunidade escolar com um todo".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247