Sindicato dos Comerciários faz protesto contra mudança do horário comercial

O Sindicato dos Comerciários de Fortaleza realizou manifestação em frente à Câmara Municipal, na manhã desta quarta-feira (14), em protesto ao ao Projeto de Lei da Prefeitura de Fortaleza que pretende estender o horário comercial na capital cearense. De acordo com o diretor do Sindicato, Sebastião Costa, o PL prejudica os trabalhadores do setor e beneficia os empresários que vêm de fora

O Sindicato dos Comerciários de Fortaleza realizou manifestação em frente à Câmara Municipal, na manhã desta quarta-feira (14), em protesto ao ao Projeto de Lei da Prefeitura de Fortaleza que pretende estender o horário comercial na capital cearense. De acordo com o diretor do Sindicato, Sebastião Costa, o PL prejudica os trabalhadores do setor e beneficia os empresários que vêm de fora
O Sindicato dos Comerciários de Fortaleza realizou manifestação em frente à Câmara Municipal, na manhã desta quarta-feira (14), em protesto ao ao Projeto de Lei da Prefeitura de Fortaleza que pretende estender o horário comercial na capital cearense. De acordo com o diretor do Sindicato, Sebastião Costa, o PL prejudica os trabalhadores do setor e beneficia os empresários que vêm de fora (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O Sindicato dos Comerciários de Fortaleza, Fetrace e entidades sindicais realizaram manifestação em frente à Câmara Municipal, na manhã desta quinta-feira (14), em protesto ao Projeto de Lei da Prefeitura de Fortaleza que pretende estender o horário comercial na capital cearense.

Para o diretor do Sindicato, Sebastião Costa, o PL traz prejuízos enormes para os trabalhadores, “uma vez que não beneficia em nada, não gera emprego e não distribui renda”. “O projeto serve para beneficiar quem mais explora no País, que são os empresários. Ele ainda beneficia os empresários que vêm de fora e deixa desprotegidos os empresários genuinamente cearenses, que geram empregos aqui em Fortaleza”, avalia.

De acordo com o projeto, as lojas de rua poderão ficar abertas de segunda a sábado até as 22h, e aos domingos em horário semelhante aos shoppings. Hoje, a legislação permite que o comércio de rua funcione de segunda a sexta até as 18h, aos sábados até as 16h e aos domingos e feriados somente quando estiver previsto em acordo coletivo com o sindicato dos trabalhadores.  

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247