Solla: ‘eventual registro de Haddad com o nome de Lula revolta a direita’

"A direita se desespera com a possibilidade de @Haddad_Fernando registrar a sua candidatura com o nome Fernando LULA Haddad. A solução é simples: façam o mesmo com os seus candidatos. Bichos escrotos saiam dos esgotos!", afirmou o deputado Jorge Solla (PT-BA)

Solla: ‘eventual registro de Haddad com o nome de Lula revolta a direita’
Solla: ‘eventual registro de Haddad com o nome de Lula revolta a direita’ (Foto: Gabriela Korossy)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) bateu duro na direita brasileira, que apoiou o golpe contra Dilma Rousseff e, de acordo com o parlamentar, não vê com bons olhos a possibilidade de o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad incorporar o nome de Lula em um eventual registro de sua candidatura ao Palácio do Planalto, caso o ex-presidente seja impugnado pela Justiça Eleitoral.

"A direita se desespera com a possibilidade de @Haddad_Fernando registrar a sua candidatura com o nome Fernando LULA Haddad. A solução é simples: façam o mesmo com os seus candidatos. Bichos escrotos saiam dos esgotos!", escreveu Solla no Twitter.

Vários membros do PT incorporaram o nome de Lula para homenagear o ex-presidente depois que ele foi preso, como, por exemplo, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), e o deputado Paulo Teixeira (RS).

Pesquisa XP Investimentos apontou Haddad em segundo lugar na corrida presidencial, com 13% dos votos, quando associado ao ex-presidente. Em primeiro está o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 21% dos votos (leia mais aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247