Suplicy se dispõe a cumprir pena com Lula até ele ter “de fato direito de defesa”

O vereador de São Paulo Eduardo Suplicy se dispôs nesta quarta-feira (4), a cumprir pena ao lado do ex-presidente Lula, após a decisão do STF de negar o habeas corpus ao ex-presidente; “Ao cumprimentar o Presidente Lula agora a noite, no Sindicato dos Metalúrgicos, em SBC, transmiti a ele que quando ele for preso, disponho-me a acompanhá-lo e ficar com ele, até que ele tenha de fato direito de defesa, o que não lhe foi permitido perante o juiz Moro e no TRF-4”, disse Suplicy pelo Twitter

Eduardo Suplicy 
Eduardo Suplicy  (Foto: Aquiles Lins)

Revista Fórum - O economista e vereador de São Paulo, Eduardo Matarazzo Suplicy, se dispôs, nesta quarta-feira (4), a cumprir pena ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Suplicy relatou o fato em sua conta no Twitter.

O ex-senador disse ainda que ficaria preso com Lula até que ele tenha “de fato direito de defesa, o que não lhe foi permitido perante o juiz Moro e no TRF-4”.

“Ao cumprimentar o Presidente Lula agora a noite, no Sindicato dos Metalúrgicos, em SBC, transmiti a ele que quando ele for preso, disponho-me a acompanhá-lo e ficar com ele, até que ele tenha de fato direito de defesa, o que não lhe foi permitido perante o juiz Moro e no TRF-4.”

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247