"Swell" deixa arquipélago de Noronha em alerta

O Swell, um fenômeno natural marcado por fortes ondas, atingiu o Porto de Santo Antônio, no Arquipélago de Fernando de Noronha, a 543 quilômetros de Pernambuc. As ondas de até cinco metros levaram ao fechamento do porto e causaram diversos prejuízos, incluindo o naufrágio de embarcações; a população foi alertada de que, apesar das ondas terem diminuído, não é possível prever com exatidão como as marés irão se comportar nos próximos dias

"Swell" deixa arquipélago de Noronha em alerta
"Swell" deixa arquipélago de Noronha em alerta
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Leonardo Lucena _PE247 – As embarcações do Porto de Santo Antônio, no Arquipélago de Fernando de Noronha, a 543 quilômetros de Pernambuco, estão sendo transferidas para o outro lado da ilha, na Praia do Sueste, por causas das ondas gigantes, de até cinco metros de altura, que atingiram à ilha nesta quarta-feira (16). O fenômeno, conhecido como Swell, provocou o naufrágio de cinco barcos, porém ninguém ficou ferido e não há registro de mortes até o momento. A marinha deslocou um barco-patrulha para o arquipélago e alerta que, embora as ondas tenham diminuído, não é possível prever com exatidão como as marés irão se comportar nos próximos dias.

As ondas atingiram a entrada do porto, especialmente a escada do píer, a boia de sinalização e dez embarcações que estavam na costa. A transferência dos barcos ocorreu com a autorização do Instituto Chico Mendes, já que a Praia do Sueste integra o Parque Nacional Marinho. As ondas gigantes começaram a invadir a ilha por volta das 20h de ontem (15) e se intensificaram durante a madrugada. O pico aconteceu às 3h.

Os prejuízos só não foram maiores porque, há um ano e meio, o Porto de Santo Antônio passou por uma reforma, na qual foi construída uma barreira para conter o avanço do mar. As informações disponibilizadas dão conta de que o fenômeno teve origem na Costa Leste dos Estados Unidos e seus efeitos se estenderam pelo Atlântico Sul. O Porto de Santo Antônio foi interditado pela administração local que proibiu a entrada e saída de embarcações.

Além do navio patrulha Goiana, despachado pelo Comando do 3º Distrito Naval, para apoiar o resgate das embarcações, as operações também contam com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, além dos donos das embarcações e moradoras da ilha.

O Swell desta semana é considerado o maior dos últimos dois anos, de acordo com o administrador-geral da ilha, Romeu Neves Batista. O fenômeno costuma ser registrado entre os meses de novembro a março.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email