Tasso quer Alckmin disputando presidência em 2018

Em convenção estadual do PSDB nesta sexta (10), o senador Tasso Jereissati (CE) afirmou que vai trabalhar para que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, seja candidato a presidência da República em 2018. Tasso voltou a afirmar que a pressão do Planalto foi o motivo da sua destituição da presidência interina do partido e lamentou a divisão entre os tucanos da ala de FHC e de Aécio Neves

Em convenção estadual do PSDB nesta sexta (10), o senador Tasso Jereissati (CE) afirmou que vai trabalhar para que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, seja candidato a presidência da República em 2018. Tasso voltou a afirmar que a pressão do Planalto foi o motivo da sua destituição da presidência interina do partido e lamentou a divisão entre os tucanos da ala de FHC e de Aécio Neves
Em convenção estadual do PSDB nesta sexta (10), o senador Tasso Jereissati (CE) afirmou que vai trabalhar para que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, seja candidato a presidência da República em 2018. Tasso voltou a afirmar que a pressão do Planalto foi o motivo da sua destituição da presidência interina do partido e lamentou a divisão entre os tucanos da ala de FHC e de Aécio Neves (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) declarou, nesta sexta-feira (10), que vai trabalhar para que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, seja candidato a presidência da República em 2018. Durante a convenção estadual do partido, em Fortaleza, o tucano voltou a afirmar que sua destituição do cargo de presidente nacional interino do PSDB ocorreu por pressão do Palácio do Planalto e lamentou o racha no partido, entre a ala de Fernando Henrique Cardoso, de Alckmin e dele; e a governista, liderada pelo senador Aécio Neves (MG).

“Temos hoje diferenças muito profundas. São diferenças conhecidas, desde o comportamento político, comportamento ético, visão de governo, fisiologismo deste governo”, declarou, sobre o mineiro.

Ceará

Durante a convenção estadual, o PSDB cearense elegerá o ex-deputado Francini Guedes como novo presidente, tendo como primeiro vice Dr. Cabeto, e Geraldo Luciano como segundo vice. 

(Com informações do jornal O Povo)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247