Temer vai demitir apadrinhados de Dorinha, que votou contra PEC 241

O governo de Michel Temer decidiu demitir apadrinhados da deputada Professora Dorinha (DEM-TO), única parlamentar de seu partido que votou contra a PEC do Teto dos Gastos, aprovada na Câmara dos Deputados; a informação é da coluna Expresso, de Época; segundo o texto, a equipe de Temer quer dar uma punição exemplar à congressista para transmitir um recado à sua base aliada: não vai tolerar defecções de parlamentares que ocupam espaço no governo

O governo de Michel Temer decidiu demitir apadrinhados da deputada Professora Dorinha (DEM-TO), única parlamentar de seu partido que votou contra a PEC do Teto dos Gastos, aprovada na Câmara dos Deputados; a informação é da coluna Expresso, de Época; segundo o texto, a equipe de Temer quer dar uma punição exemplar à congressista para transmitir um recado à sua base aliada: não vai tolerar defecções de parlamentares que ocupam espaço no governo
O governo de Michel Temer decidiu demitir apadrinhados da deputada Professora Dorinha (DEM-TO), única parlamentar de seu partido que votou contra a PEC do Teto dos Gastos, aprovada na Câmara dos Deputados; a informação é da coluna Expresso, de Época; segundo o texto, a equipe de Temer quer dar uma punição exemplar à congressista para transmitir um recado à sua base aliada: não vai tolerar defecções de parlamentares que ocupam espaço no governo (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - O governo de Michel Temer decidiu demitir apadrinhados da deputada Professora Dorinha (DEM-TO), única parlamentar de seu partido que votou contra a PEC do Teto dos Gastos, aprovada na segunda-feira (10) na Câmara dos Deputados. A informação é da coluna Expresso, de Época. Segundo o texto, a equipe de Temer quer dar uma punição exemplar à congressista para transmitir um recado à sua base aliada: não vai tolerar defecções de parlamentares que ocupam espaço no governo.

Ainda segundo a coluna, auxiliares do peemedebista mapearam indicações feitas por Dorinha no governo federal e decidiram exonerar os ocupantes desses postos. As demissões deverão ser publicadas no Diário Oficial nos próximos dias. Aliados de Temer querem que ele também puna o PSB, pois dez deputados da legenda ficaram contra a PEC.

A Proposta de Emenda à Constituição 241 (PEC 241), aprovada pela Câmara, prevê o congelamento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos, de maneira que a despesa de um ano seja correspondente à do ano anterior corrigida pela inflação.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247