Teori arquiva denúncia de ‘Ceará’ contra Aécio

Denúncia feita no final do ano passado pelo delator da Lava Jato Carlos Alexandre de Souza Rocha, de que teria entregue R$ 300 mil ao senador Aécio Neves (PSDB), não foi confirmada e o STF e a Procuradoria-Geral da República arquivaram o caso; decisão, segundo o tucano, "desmascara mais uma torpe tentativa de envolver nomes da oposição no mar de lama que envolve o PT e o governo e que a operação Lava Jato tem mostrado ao país"

Denúncia feita no final do ano passado pelo delator da Lava Jato Carlos Alexandre de Souza Rocha, de que teria entregue R$ 300 mil ao senador Aécio Neves (PSDB), não foi confirmada e o STF e a Procuradoria-Geral da República arquivaram o caso; decisão, segundo o tucano, "desmascara mais uma torpe tentativa de envolver nomes da oposição no mar de lama que envolve o PT e o governo e que a operação Lava Jato tem mostrado ao país"
Denúncia feita no final do ano passado pelo delator da Lava Jato Carlos Alexandre de Souza Rocha, de que teria entregue R$ 300 mil ao senador Aécio Neves (PSDB), não foi confirmada e o STF e a Procuradoria-Geral da República arquivaram o caso; decisão, segundo o tucano, "desmascara mais uma torpe tentativa de envolver nomes da oposição no mar de lama que envolve o PT e o governo e que a operação Lava Jato tem mostrado ao país" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, arquivou a denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB) feita pelo delator Carlos Alexandre de Souza Rocha, o Ceará. Segundo a Procuradoria Geral da República, que apurou o caso, "os elementos iniciais não se confirmaram".

Ceará, apontado como entregador de dinheiro do delator Alberto Youssef, revelou aos investigadores ter levado R$ 300 mil em propina à sede da UTC Engenharia no Rio que pertenceriam ao senador tucano. A denúncia não foi confirmada por Youssef e pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, em depoimentos.

"Essa decisão da PGR ratificada pelo Supremo Tribunal Federal desmascara mais uma torpe tentativa de envolver nomes da oposição no mar de lama que envolve o PT e o governo e que a operação Lava Jato tem mostrado ao país", comentou Aécio.

"Para mim, essa decisão, por mais importante que seja, não é suficiente. É preciso que se investigue o que está por trás dessas falsas e criminosas citações de nomes da oposição sem indícios mínimos que as comprovem e que têm o claro objetivo de confundir as investigações em curso no país", acrescentou o tucano.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email