TRE libera propaganda do PT com Lula e Rui

O corregedor regional eleitoral Fábio Alexandre Bastos derrubou liminar concedida pelo TRE que suspendeu propaganda partidária do PT baiano na última semana; peça que estava indo ao ar na TV e no rádio tinha como protagonistas o ex-presidente Lula e o pré-candidato petista ao governo do estado, Rui Costa; veiculação foi suspensa após o TRE julgar procedente representação do Democratas (DEM), que argumentou 'campanha antecipada' do pré-candidato do PT; contudo, a corte julgou mérito e entendeu que não há arbitrariedade

O corregedor regional eleitoral Fábio Alexandre Bastos derrubou liminar concedida pelo TRE que suspendeu propaganda partidária do PT baiano na última semana; peça que estava indo ao ar na TV e no rádio tinha como protagonistas o ex-presidente Lula e o pré-candidato petista ao governo do estado, Rui Costa; veiculação foi suspensa após o TRE julgar procedente representação do Democratas (DEM), que argumentou 'campanha antecipada' do pré-candidato do PT; contudo, a corte julgou mérito e entendeu que não há arbitrariedade
O corregedor regional eleitoral Fábio Alexandre Bastos derrubou liminar concedida pelo TRE que suspendeu propaganda partidária do PT baiano na última semana; peça que estava indo ao ar na TV e no rádio tinha como protagonistas o ex-presidente Lula e o pré-candidato petista ao governo do estado, Rui Costa; veiculação foi suspensa após o TRE julgar procedente representação do Democratas (DEM), que argumentou 'campanha antecipada' do pré-candidato do PT; contudo, a corte julgou mérito e entendeu que não há arbitrariedade (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O corregedor regional eleitoral Fábio Alexandre Bastos derrubou liminar concedida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que suspendeu propaganda partidária do PT baiano na última semana. Peça que estava indo ao ar na TV e no rádio tinha como protagonistas o ex-presidente Lula e o pré-candidato petista ao governo do estado, deputado federal Rui Costa.

Lula e Rui aparecem conversando sentados e propaganda tem como pano de fundo obras realizadas na gestão de Jaques Wagner pelo Estado e pelo governo federal. Veiculação foi suspensa após o TRE julgar procedente representação do Democratas (DEM), que argumentou 'campanha antecipada' do pré-candidato do PT.

O juiz que acatou a denúncia, Josevando Andrade, entendeu que a propaganda partidária é irregular, por não ter apenas o intuito de "apresentar os ideários políticos do partido, transmitir mensagens sobre atividades congressuais aos seus filiados, divulgar temas políticos-comunitários e, ainda, promover e difundir a participação política feminina".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247